22/07/2015

10 coisas da Itália que chocam os turistas na primeira vez no país

O site norte-americano Business Insider publicou recentemente o artigo é "10 things about Italy that shock first time travelers" que o colega blogger Franco publicou em italiano no seu blog Brasil Italia. E então, aproveito para publicar aqui a lista em português (com meus comentários em seguida, afinal não somos "americanos" rs).

A pizza autêntica, a massa, o café expresso, bolsas de couro, lugares históricos, relíquias religiosas e o sorvete fazem parte do itinerário típico de um turista durante uma visita à Itália. Mas não se esqueça da coisa mais importante: as pessoas do lugar. Os hábitos das pessoas locais e a sua cultura são muitas vezes ignoradas e deixam o turista perdido esperando por exemplo que as lojas se abram à tarde. 
Portanto, aprenda a base e descubra as 10 coisas que podem te chocar se é a sua primeira vez na Itália:

1 - O BARULHO
Esta poderia ser a primeira coisa que os estrangeiros se lamentam ou pensam dos italianos, o barulho que eles fazem. Para os não-italianos, cada dia é uma surpresa nas ruas cheias de gente local conversando, gritando, cantando, tocando, falando ao telefone e dirigindo furiosamente buzinando. O incômodo é acrescido dos sons dos seus vizinhos que passam através das paredes finas dos apartamentos que rendem cada show televisivo que estão assistindo e a cada canção de piano que estão escutando a alto volume. O barulho pode ser tanto que pode acontecer que alguém do lugar vá preso por motivos como o sexo barulhento ou assassinato do vizinho barulhento. Apesar disso, a Itália continua a ser conhecida como um país vivo, circundado de sons diferentes do dia à noite. (→depende muito de onde se está na Itália, falar alto, cantar e tal, é mais comum dos italianos do sul).

2 - O MENU COMPLEXO
Não esperem comer somente um prato durante uma refeição. Serão pelo menos três pratos durante uma refeição tradicional italiana, que pode ser um pouco incômodo para alguns estrangeiros. O menu é composto de antepastos - pratos como uma fatia de salame ou verduras marinada, primeiros pratos de carboidratos como o nhoque, risoto, macarrão; segundo- o prato principal, de carne ou peixe, com ou sem um contorno, ou seja, verduras à parte; o doce: tiramisù, panna cotta (pudim) ou sorvete, por exemplo; a bebida (da água com gás ao café). É estranho para um turista comer o macarrão sozinho antes da carne, porque o primeiro e o segundo prato não se pode comer juntos. (→verdade, mas pode sempre pedir um prato só).



3 - O CAFÉ DA MANHÃ POUCO SABOROSO
Os italianos não comem ovo, presunto e bacon no café-da-manhã, isso deixam alguns turistas perplexos. Um típico café-da-manhã italiano chamam de "prima colazione" ou simplesmente "colazione", é composta de uma bebida quente como o café, cappuccino, chocolate quente ou o chá preto junto ao pão, pão tostado, brioche, cornetti, biscoitos ou tortas. O café da manhã se realiza no bar (diferente dos típicos americanos) que servem café e produtos de forno para pessoas que querem um café-da-manhã rápido antes de ir ao trabalho ou escola. Se estiverem na Itália e querem ter um café-da-manhã gostoso, comer no hotel é a escolha melhor. (→pouco saboroso eu não digo, só é doce. Nunca vi um comer toast aqui, e também é geralmente leve).



4 - GESTICULAR COM AS MÃOS
A Itália não seria a Itália sem os italianos e, os italianos não seriam os italianos sem os gestos das mãos. Os turistas se divertem muito ao ver as pessoas falarem na praça contando histórias com as mãos que se movem de cá e de lá. A linguagem dos gestos italianos foi herança dos gregos che se transferiam na Itália meridional para colonizar Nápoles. Os italianos naquele período utilizavam gestos para se comunicarem sem serem ouvidos e isso se tornou uma tradição que ainda existe no sangue de cada italiano. (→e acho que um pouco no nosso brasileiro também, mas com gestos diferentes, ahah).



5 - A DEVOÇÃO À FAMÍLIA
Os italianos são conhecidos pela estreita ligação familiar deles, o amor pelas crianças e a assistência aos idosos. Os estrangeiros percebem rapidamente que os italianos colocam a família deles em primeiro lugar e, não é uma vergonha para os italianos solteiros estar com os pais até que tenham formado uma família. Além disso, as crianças são livres de fazer aquilo que querem em público. São toleradas e acolhidas nos restaurantes, mesmo se se divertem correndo, mexendo em tudo ou fazendo birra e tudo porque, são parte da família. (→verdade! E quanto mais pro sul mais são atacados à saia da mamma, rs).

6 - AS RUAS ESTREITAS
Pensem duas vezes antes de alugar um carro na Itália e ser o fizerem, devem estar muito atentos ao percorrer as ruas junto dos loucos motoristas italianos. Se aproximam muito, cortam na sua frente, e às vezes ignoram também as leis de trânsito. Estas coisas são normais na Itália e se vocês se assustam com isso, esqueçam então a ideia de dirigir. Além disso, os italianos, segundo uma pesquisa, foram classificados como os piores motoristas da Europa. Se porém você decidiu dirigir por aqui, basta ser confiante e lembrar deste provérbio italiano: "Olhe adiante e deixe que os outros te olhem de costas", porque este é o modo no qual vivem nas ruas. (→a "regra" é a mesma, quanto mais ao sul, pior fica, rs).



7 - A FALTA DE ESPAÇOS PESSOAIS
Na Itália falta (ou nunca teve) esta coisa que chamam "espaço pessoal". Para eles é educado estar muito perto de alguém enquanto se fala e não é difícil falar enquanto tocam com as mãos e os braços. Beijos e abraços não são considerados fora de hora quando feitos em públicos. Nos meios de transporte, não importa se você se senta perto deles, mesmo se têm outros lugares disponíveis; ou em pé atrás deles que se pode já sentir o respiro. Não pense que o modo de se socializarem é como seduzir. (→discordo, nunca se tocam! somente os muito chegados).

8 - A PAUSA DO ALMOÇO
Você quer comprar alguma coisa e são duas da tarde. Nota que as lojas estão fechadas, assim como a tal loja que você queria ir. Você vai pensar que estão fazendo a "siesta", mas esse não é o caso se você está na Itália. Normalmente as lojas fecham entre 12:30 e 15:30. Mas não para tirar um cochilo. Vão para casa, cozinham, comem e descansam um pouco antes de tornar ao trabalho. Nas cidades grandes, onde nenhum tem tempo de ir para casa, existem os restaurantes que oferece o menu fixo para o almoço. (→verdade, mas nas cidades menores...)


9 - CAFÉ
Quando estiverem na Itália, esqueçam Starbucks um pouco e, se querem ter a sua dose de cafeína vá a um bar. Não confundir os bares italianos como um lugar onde se vende bebida alcoólica. Se entra e um bar, encontra o caixa, pague, pegue a fila e peça o café. Vocês vão notar que a maior parte das pessoas estão em pé enquanto bebem o café, mas vocês podem pegar a xícara, levar até a mesa desejada e saborear sentado, basta estar disposto a pagar um pouco mais por isso. Existem muitas coisas sobre a cultura do café na Itália que se deveria pegar em consideração, por exemplo: não usar a palavra espresso e pedir "um café", não se pede um cappuccino depois das 11 da manhã, e pedir um cappuccino significa que se quer um copo de leite morno. (→não são todos os bares que cobram pra ocupar mesa, mas geralmente nos centros turísticos sim, por isso pergunte antes).



10 - "SLOW LIFE"
Uma coisa que os estrangeiros, em particular das cidades frenéticas de todo o mundo, notam quando vêm na Itália, é o modo geral no qual os italianos pegam as coisas com calma. Slow-food é um modo de vivere. Os jantares podem durar horas. E lembre de não ficar frustado nas reuniões porque é normal para os italianos chegarem atrasados para um compromisso. Em outras palavras, os italianos vivem no presente. Concordam? (→verdade! em Roma, atrasar meia hora é o normal rs).

Baci a tutti!


30 comentários:

  1. mt verdade! estive na sicília e o jeito que falavam ao celular era irritante, sobretd mulheres. uma voz aguda q dóóói! e me surpreendeu o comportamento das crianças, são mega espivitadas! a comilança tb é tanta, mas tanta q eu q como mt bem levei um vazari. e dps da viagem dei graças a deus por não ter alugado um carro!! hahahahahaha

    ResponderExcluir
  2. Eu ri aqui. 😊 Principalmente com os gestos.

    ResponderExcluir
  3. Mais uma vez, adorei o post Carla! O café da manhã foi a minha maior tortura no começo. Eram só doces e mais doces, enquanto eu sempre acostumada a comer alguma coisa salgada pelas manhãs. Hoje em dia, uma vez ou outra, gosto de me permetir um delicioso bombolone muito bem recheado de creme! Hehe... Bjao

    ResponderExcluir
  4. A única coisa que discodo de você, é o quesito pontualidade, eu achei eles super pontuais e se irritam frequentemente com a falta de pontualidade dos brasileiros, fora isso concorsocom tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A pontualidade depende do lugar mesmo na Itália, em Milão onde morei são mais pontuais, já em Roma.. rs

      Excluir
    2. Impontualidade tem limites! Mesmo para um italiano. 30 minutos ainda vá lá, mas para um brasileiro 60 minutos é coisa normal...se fazer esperar!

      Excluir
  5. É verdade, concordo com tudo do texto menos com o item 10. Pelo menos aqui em Pisa os italianos que convivo são bastante pontuais. Inclusive aprendi a ser mais pontual aqui! Parabéns pelo blog e pelas informações sempre úteis!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanda como respondi ao comentário acima, depende sim de onde se está na itália, como tudo. obrigada, beijo

      Excluir
  6. Concordo em td. Pra me um costume muito comum entre os jovens e que ,eu achava muito vulgar logo no inicio quando eu cheguei em Roma há 20 anos,foi ver sempre eles se beijando,se agarrando dentro dos ônibus,a garota sentada no colo namorado,faltando so transar na frente de tds. Aff,no começo e ate hoje nao gosto de ver.

    ResponderExcluir
  7. Oi Carla! Bom dia !

    Adorei a postagem e me identifiquei com a maioria...

    Forte abraço e continue nos alegrando com seu blog...super beijo!

    Andrea Ghedini

    ResponderExcluir
  8. Oi, Carla

    Deixa eu defender o sul da Itália um pouco (moro aqui) ;)

    Eu acho os vizinhos bem silenciosos. Em geral, o barulho é mais no centro da cidade, onde o pessoal passeia à noite. Falar alto é muito comum entre os idosos, mas já entre jovens pode até ser considerado ''cafona''. Já em relação a buzinar e dirigir ''com violência'', concordo muito (sem falar no fato de que estacionar e abandonar o carro na rua são a mesma coisa).

    Discordo um pouco sobre os gestos. Talvez eu tenha pensado que os italianos fariam muito mais gestos do que realmente fazem. Eventualmente vejo que eu faço mais gestos do que eles. Porém, como tu dissestes, provavelmente seja parecido com a forma que nos expressamos no Brasil.

    Com o resto eu concordo muito. Engraçado não terem falado nada sobre os dialetos...
    Obs.: acho que faltou um item 11 aí: respeito às tradições!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carla!
      Como eu moro no sul do Brasil e aqui tem muitos descendentes de italianos, e mesmo que não são fazem gestos sim! Conheço mas o norte da Itália...mas realmente é como tu falastes.

      Excluir
  9. Vivendo e aprendendo... Mas devo dizer que a pessoa que fez a matéria não levou em consideração a opinião dos outros. O que é estranho prá uns é absolutamente normal prá outros, e eu sinceramente não achei nada de tão esquisito assim, mas sou suspeita de falar, continuo achando os italianos muito chiques!

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito do teu blog..mas descrever um lugar como a Itália é uma missão muito dificil mesmo...algumas coisas não concordei contigo...mas claro tua descrição vai da Roma em "giù " rsrs...moro no Norte e aqui as coisa sao bem diferentes...o barulho nao é muito gradito..e nem sempre a proximidade é bem vista....no trânsito eles são rigorosos..a menos que vc esteja em Milão. ..ali dirigir é uma loucura...e quanto a pontualidade aqui é questão de honra...eles nao toleram atrasos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, como pode ver, esse post foi tirado de um site norte-americano. Nos meus textos sempre cito que claro, são baseados onde morei, Milano e onde moro agora, Roma. Claro que cada canto da Itália é de um jeito e existem sempre os estereótipos. Obrigada por comentar, na próxima vez se identifique.

      Excluir
  11. Nao foi minha intenção ficar incógnita.. .pensei que acessando o profilo Google fosse imediato��

    ResponderExcluir
  12. matéria para americano ler e não para os brasileiros que na sua grande maioria absorveu costumes dos imigrantes italianos que aqui vieram e floresceram.Tornando o Brasil uma grande filial italiana. principalmente o sul do brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estados Unidos recebeu o maior número de imigrantes italianos em absoluto. Eles também absorveram muita coisa.

      Excluir
  13. Depende muito da região da Itália. O norte é um pouco mais tranquilo. Fiquei numa cidade pequena na região de Marche (centro da Itália) fazendo minha cidadania italiana onde tinha curso de língua italiana para estrangeiros; quem fazia barulho eram os Brasileiros e os Argentinos.

    ResponderExcluir
  14. Adoramos viajar para Itália, ano passado fizemos um giro só pela Toscana! e no final fomos até a Ilha de Elba, estamos ansiosos para voltar em setembro deste ano, iremos a Cinque Terre, e depois Costa Amalfitana, e final Bari, cidade de onde vieram meus avós!!

    ResponderExcluir
  15. ola. fiquei curioso em relacao ao modo que dirigem na italia! se sao tao ruim de volante assim entao ha grande indice de acidente e possivelmente mortes. como fica isso. entao nao e seguro andar nas ruas?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É seguro. Tem acidentes mas poucos graves, pelo que vejo. Com certeza menos do que no Brasil. Eles dirigem mal, porém não são agressivos no volante (como em SP por exemplo).

      Excluir
  16. Muito simplista e ao mesmo tempo generalista. 50% do que escreveu condiz, bom...o resto varia muito.

    ResponderExcluir
  17. Discordo de quaze tudo brasileros emcomodado com barulho se no brasil e un casino so meus qmigos quando vem aqui ficam felizes com a traquilidade da italia e depis para o cafe da manha eziste misto quemte pizza rechiada tramezinos nao so brioches mais que italia vcs conhecem

    ResponderExcluir
  18. Essa coisa de falar gesticulando já acertei muitas pessoas na mesa do bar aqui em SP. Se amarrar a minha mão fico mudo. Hahahahahahahaha

    ResponderExcluir
  19. Algumas coisas não concordo porq moro aqui há 25 anos e não existe, por exemplo o fato de italianos serem
    Pontuais.... São pontuais até demais com
    Tudo , morei 3 anos no Brasil e senti saudade da pontualidade deles , sobre dirigir tmb , moro em
    Milão e aqui dirigem muito bem, são cuidadosos e as estradas muiiiito bem sinalizadas completamente diferente do Brasil ,

    ResponderExcluir

Obrigada por participar!
Seu comentário será publicado após a aprovação. :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...