30/04/2020

Crianças e a Fase 2: As atividades que podem ser realizadas fora de casa

Crianças e a Fase 2: As atividades que podem ser realizadas fora de casa segundo a Sociedade Italiana de Pediatria

A emergência coronavírus força crianças e jovens a ficarem fechados em casa há cerca 8 semanas, entre educação a distância para os mais velhos, e atividades oganizadas em família para os menores, com o objetivo de garantir a regularidade diária, acabando com o tédio, o estado depressivo (frequente mesmo nos muito jovens) e permanência prolongada em frente à TV.

Os mais afortunados, neste período de bloqueio, foram aqueles que moravam em casas com espaços ao ar livre (grandes terraços e jardins), ou aqueles que - com turnos e em conformidade com as medidas de emergência - eram capazes de usar os jardins e terraços de condomínios. .

Crianças e Fase 2:  as indicações dos pediatras


28/04/2020

Quarentena Coronavirus Itália - Fase 2: aberturas, o que pode e o que não pode fazer.

Coronavírus, Fase 2: sim às reuniões com familiares e ao retorno para casa daqueles que permaneceram do lado de fora durante o bloqueio. Sim a funerais, mas ainda não às missas.

O novo Dpcm foi assinado pelo Premier Conte na noite de domingo passado -  A autocertificação para viagens permanecerá, mas será diferente. Máscaras obrigatórias, mas apenas em locais fechados.
Sim para reuniões com familiares próximos (também idosos, mas com máscara e sem reuniões), sim para a retomada de atividades motoras remotas e sim também para a possibilidade de retornar ao local de residência ou residência daqueles que ficaram presos pelo bloqueio em cidade de estudo ou trabalho. No entanto, a autocertificação permanece, mesmo que seja diferente e com mais alternativas no preenchimento.



 🔴Viagens - Deslocamentos
Os Ministros Speranza e Boccia, em particular, insistiram em manter a obrigação de autocertificação para viagens dentro do Município ou Região. O formulário será alterado porque, fora as razões para sair de casa já conhecidas, é adicionada a de visitar parentes, de acordo com procedimentos precisos para proteger a saúde e a segurança. Será possível se deslocar dentro do próprio município e região, ainda não em outras regiões, se não por motivos urgentes de trabalho ou de saúde. Cai a proibição, que foi introduzida com o bloqueio, de mudar do local de onde se estava para o próprio domicílio ou residência. Portanto, será possível que estudantes ou trabalhadores ou qualquer outra pessoa que esteja presa em outra cidade desde o bloqueio retornem para casa.


18/04/2020

Realizando meu sonho na Itália: Reconheci a minha cidadania italiana sem assessoria.

O sonho de muitos brasileiros que são descendentes de italianos é aquele de reconhecer a própria cidadania italiana. O percurso pode ser longo e muito árduo, desde a construção da árvore genealógica e a busca dos documentos para finalmente decidir qual caminho para o reconhecimento irá escolher e seguir. 

Um deles é o que a Marina Ferrarezze escolheu: aquele de vir à Itália por conta própria fazer o pedido de reconhecimento via administrativa em uma cidadezinha italiana.
E hoje, com autorização da própria, publico o "textão" dela sobre todas as etapas do processo e dicas valiosas (texto esse que foi publicado em um grupo de Cidadania Italiana no Facebook).

(Marina foi na época, minha cliente, e me confiou sua preciosa pasta de cidadania para a tradução juramentada para o italiano).

[64 DIAS] [SEM ASSESSORIA] [DICAS]


02/04/2020

Corrente do bem: Brasileiros unidos contra a fome

Ontem o decreto com as medidas de restrição (distanciamento social/isolamento) foi extendido do dia 3 de abril ao dia 13. Todos os esforços devem ser mantidos para sairmos dessa e voltarmos "pian piano" a termos uma vida normal, sobretudo, podermos voltar a trabalhar e ganhar o pão e cada dia.

Acontece que, muitas famílias já estão sem o seu "pão de cada dia", depois de 21 dias oficiais nesta restrição.
Justamente para ajudar tantas pessoas em dificuldade, a solidariedade e união fazem a força.
Brasileiros de todos os cantos da Itália estão se mobilizando para ajudar. A restrição no deslocamento dificulta, mas não pára a ajuda.


No grupo Facebook "Brasileiros em Milão - BEM", temos a #CorrentedoBem, na qual diversas pessoas estão publicando a própria oferta de ajuda com mantimentos de acordo com o bairro onde residem.

Os grupos de Brasileiros em Roma também estão se mobilizando, assim como os grupos de WhatsApp nos quais brasileiros constroem Redes de Apoio para ajudar o próximo.

Assim podemos dizer orgulhosamente: BRASILEIRO SENDO BRASILEIRO!

Você se encontra em dificuldade? Não tenha vergonha de pedir!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...