31/12/2012

A cor do Ano Novo!

Qual a cor do Ano Novo?? Branco? Errado!

A cor do Ano Novo na Itália é vermelho!

Vestir-se de vermelho "porta fortuna", pode ser uma peça só (calcinha ou cueca para os apaixonados ou em busca de um grande amor) ou pode ser a roupa inteira!! 


                                




Jóias com pedra coral também são utilizadas como "amuleto" no Ano Novo.

O vermelho é simboliza a sorte, força, sucesso e o fogo!

Alguns dizem que a tradição veio da china, com o antigo ritual de escrever votos de bom ano com tinta vermelha em todas as portas da cidade.

Outros dizem que veio da época do Império Romano, quando no Ano Novo homens e mulheres usavam alguma peça de roupa vermelha, representando o poder, o coração, a saúde e a fertilidade.

Mas se vestir de vermelho não é a única forma de ter sorte no novo ano que se iniciará. Segundo as tradições, jogar fora objetos velhos, quebrados, que não se usa mais simboliza colocar pra fora de casa toda a negatividade, dando lugar pra coisas novas e positivas, assim como disparar com arma de fogo ou fogos de artifício serviria para "espantar espíritos malígnos".

Já pendurar o "vischio" na porta de casa serve para garantir paz e serenidade em casa, uma tradição que tem origem céltica.

Um casal que se beija debaixo de um ramo de vischio no Natal e Ano Novo, segundo a tradição, garante que nada de mal lhes aconteça.



E para começar o ano seguindo as tradições eu também vou usar uma peça vermelha!
E quem sabe beijar o Tiago debaixo de um vischio.. rs..

Feliz Ano Novo pra todos!

Auguri di buon Capodanno!!!!



Baci a tutti!
E nos vemos em 2013!
Com muitos sonhos a se realizar! Muita coisa pra compartilhar com vocês!
Arrivederci!


30/12/2012

2012...2013!!!

2012 que se vai.. mais um ano que termina...



No primeiro dia do ano escrevi (leia aqui) as minhas metas. Os sonhos, os objetivos, coisas a melhorar, hábitos para mudar ou acrescentar na minha vida.

Foi um ano difícil, a crise, falta de emprego e tudo o mais, não me deu a possibilidade de realizar muitas das minhas metas...

- não consegui estudar nem trabalhar na minha área...
- não me dediquei ao inglês como gostaria, muito menos fiz um curso em Londres (mas conheci Londres!!)
- não conseguimos ir ao Brasil em férias...
- não cumpri mais uma vez a "promessa" de aprender a tocar violão ou outro instrumento...rs.. nem sei se tenho essa vontade ainda, esse objetivo pelo menos por enquanto...
- não viajamos o tanto que gostaríamos...
- não escrevi tanto no blog como gostaria e deveria: foram 125 posts com este de hoje. Contra 191 de 2011...

Mas, muitas coisas aconteceram...

- Cumpri a meta de ler mais (muito mais), enquanto 2011 li só um mísero livro, neste ano estou no 24º!!! E como é bom ler!
- Usei um pouquinho mais meus óculos, mas não quanto eu deveria, rs...
- Entrei na academia, me dediquei, emagreci (mas também engordei depois, rs), tonifiquei meus músculos, me senti bem e mais bonita!
- Conhecemos alguns lugares especiais, na Itália e fora dela: Ivrea e seu carnaval inusitado; Londres e suas maravilhas; Brighton e seus encantos; Trentino Alto-Adige - as pirâmides de Segonzano, as montanhas perfeitas para um bom snowboard em Madonna di Campiglio,  Trento e seu castelo, e as ruazinhas, as curvas, e todo o charme dessa região por qual me apaixonei; Bergamo e a città alta; finalmente uma praia na Itália: Spotorno/Bergeggi/Savona na Liguria;  e voltamos para Monique e sua Oktoberfest!
- Recebemos visitas de parentes, primos, cunhados, que fizeram a nossa vida aqui mais alegre, diminuindo a saudade que sentimos de todos!
- Giramos mais um curta-metragem, um filme, na montanha! Uma experiência espetacular!
- Não precisamos vender o Piccolino, apesar do anúncio, de tanta procura por ele, ele ainda é nosso! :)
- Novas amizades, velhas amizades que cresceram e amadureceram...
- A oportunidade da parceria com o Benvenuti Cidadania Italiana...
- E plantamos sonhos, vários... porque nunca deixamos de sonhar! Eu e Tiago dizemos sempre: quanto mais alto você sonha mais longe você chega! Sonho de morar em Londres, para aprender mais inglês e viver enfim em um país de primeiro mundo; sonho de de repente ir morar na Holanda, aprender o inglês e o holandês, viver numa economia mais estável; sonho de conseguir uma bolsa de estudos para doutorado, Milão?, Pisa?, Roma?... é, afinal, sonhar nunca é demais!

Agradeço à Deus, por tudo o que vivemos, pelas oportunidades, pela saúde e a vida! 

E 2013 vem cheio de esperança! De abraçar oportunidades, de mudar de vida!


E vem muita novidade por aí!

Desejo a todos vocês um 2013 cheio de esperança, de objetivos a serem conquistados e sonhos realizados!

E continuem acompanhando! O mundo não acabou em 2012, tem muita vida pela frente... Vamos continuar sonhando juntos! 

Baci a tutti!



Auguri! Buon anno! Felice 2013!!!

24/12/2012

Buon Natale!

Natal...

Tempo de refletir... lembrar das mensagens e ensinamentos de Jesus, aplicar em nossas vidas...

Tempo de agradecer... pela vida, pela saúde, pelos caminhos percorridos, os sonhos realizados...

Tempo de pedir... proteção, sabedoria, luz...

Depois de um natal difícil em 2011, tinha dito que neste ano passaria no Brasil, com a família, com tudo aquilo que mais me agradava no Natal... Mas por diversos motivos (muitos deles motivos bons!), não conseguimos ir. 

Mas não será um Natal triste desta vez!

Será alegre, com os amigos... Cheio de esperança, com todas as mudanças que estão por vir... E muito, muito amor! Pois tenho certeza que até aqui Jesus tem nos abençoado! E eu só tenho a agradecer!


Grazie Gesú, per tutte le benedizioni!


Desejo a todos vocês que me acompanham pelo blog, um ótimo Natal!
Que a luz de Jesus aqueça o coração de cada um de vocês e que vos encha de esperança, que seus sonhos possam ser realizados como eu estou realizando os meus!

Obrigada por me acompanhar e por sonharem comigo!

Feliz Natal ho ho ho!!! ;)

Baci a tutti!

19/12/2012

Milão e seus símbolos!

Sou apaixonada por Milão!

Fui conhecendo a cidade aos poucos, fazendo descobertas (muitas delas contei aqui no blog para vocês), e minha admiração por ela só foi aumentando.

Sua culinária típica, sua história, seus muros, suas portas, o castelo, o Duomo, as igrejas, as ruas, o dialeto, ai ai ai, Milano mia... ;)

E Milão, como toda cidade, tem seus símbolos.

O primeiro símbolo de Milão foi a "scrofa semilanuta" (uma porca da espécie mais peludinha), um animal mitológico. A lenda conta que o celta Belloveso, que atravessou os alpes para chegar na Pianura Padana, teve um sonho com uma deusa em forma de porca com pelos longos em algumas parte do corpo, e decidiu ali, fundar uma cidade, em nome da deusa do sonho, e de chamá-la de Mediolanum (semilanuta = medio lanum) que depois virou Milano.

                   

O símbolo ainda pode ser encontrado no Palazzo della Ragione e no Palazzo Marino.

Após o século XI, um novo símbolo começou a se destacar na cidade. O Biscione ou Vipera (no dialeto milanês bissa). Símbolo da família Visconti. Família nobre Lombarda que governou o ducato de Milano durante a Idade Média e início do Renascimento (entre 1277 e 1447).

                                                

 O mesmo símbolo também foi símbolo da família Sforza (que eram aparentados com os Visconti). Até então não se sabe dizer se os Visconti adotaram o símbolo que já existia na cidade como símbolo da família. Algumas lendas afirmam que o fundador dos Visconti, tirou esse símbolo do escudo de um infiel que foi morto nas Cruzadas, acusado de matar o dragão Tarantasio.


No entanto, o homem na boca da cobra, embora definido como "engolido", pode ser interpretado como uma figura que "emerge" da víbora, que faz lembrar símbolos mais antigos da fertilidade terrestre, bem interpretada pela serpente. 

                            

O símbolo significa também poder e eternidade da estirpe.
É encontrado ainda em diversas partes da cidade. Foi também adotado pela Alfa Romeo, na sociedade d além do grupo Mediaset e  Fininvest de Berlusconi, porém tem uma flor no lugar do homem (o símbolo posteriormente foi sofrendo alterações).

                  
                

E também, Dante Alighieri citou o símbolo na sua obra Divina Comédia: la vipera che il milanese accampa(La Divina Commedia, Purgatorio, Canto VIII).

Fora esses dois símbolos, outro importante é Croce di San Giorgio (cruz de São Jorge), a bandeira de Milano. Fora Milão, vários outras cidades e até nações usam a cruz vermelha em fundo branco em suas bandeiras.



A cruz vermelha representa a peregrinagem armada, o símbolo dos peregrinos que chegavam em todos os lugares santos do cristianismo, e que depois de 1095, ano no qual os turcos conquistaram Jerusalém, impulsionado por um espírito de missão sincero, "pegaram" a cruz  e armados decidiram libertar as terras em que Jesus nasceu e viveu.

                    
Brasão da cidade de Milano

            
É isso aí!
Sentirei falta desta fantástica cidade! Cheia de história e vida!

Baci a tutti!



11/12/2012

Espumantes italianos! "Cin cin!"

Quando se fala em "bolhinhas italianas " (bollicine italiane), a comparação com os franceses é inevitável. Historicamente, a teoria universalmente aceita afirma que os primeiros vinhos espumantes - tecnicametne: vinhos com anidrido carbônico obtido por fermentação - são obras de um monaco francês, Dom Pierre Pérignon, lá em 1670.  Mas, consultando documentos antigos, foi também descoberto que um médico italiano, Francesco Scacchi, já lá em 1622, escrevia de vinhos refermentados na garrafa que tinham propriedades terapêuticas. 
Como já se sabe, não existem dúvidas que os Champanhes franceses tiveram um desenvolvimento no decorrer dos séculos, uma tradição sólida, mas não faz sentido nenhum comparar, pois em casa país que se vai, "bolhinhas" se encontra!



Existem dois métodos de produção do vinho espumante: o método clássico e o método Martinotti. O primeiro, chamado de champenoise, de origem francesa (do então Dom Pérignon), é feita uma segunda fermentação na garrafa, seguido de uma introdução de açúcares e fermentos selecionados. Já o método Martinotti, que leva o nome do enólogo italiano Federico Martinotti, leva uma refermentação por tempo geralmente breve e controlado em autoclave.

Os espumantes vão bem com todos os tipos de prato, existe até um "slogan": bollicine a tutto pasto.
Nenhum outro tipo de vinho é assim tão versátil.

Os espumantes mais famosos da Itália, sendo em qualquer denominação (de pas dosé ao brut), são:

- Franciacorta 
- Prosecco (todos, mas o mais desejado é o DOCG Prosecco di Valdobbiadene)
- Trento 
- Oltrepò 
- Asti 

Mas não dá pra deixar de falar do Oltrepò Pavese e  também do famoso mundialmente Lambrusco, apesar de não ser daqueles mais apreciados por aqui.

A taça ideal??


A - para espumantes secos e produzidos pelo método Martinotti (Prosecco Valdobbiadene, por exemplo)
B - para espumantes jovens, produzidos pelo método clássico. (Trento)
C - para espumantes maduros, produzidos também pelo método clássico. (Franciacorta, por exemplo)
D - para espumantes menos refinados, produzidos pelo método Martinotti. (Lambrusco, por exemplo)

Dezembro, festas, brindes, tim-tim! Em italiano cin cin! Salute!! 

Brindar sempre, e sem se esquecer de olhar nos olhos de quem brinda com você! (será que é assunto pra um outro post??? hahhahhah)

Baci a tutti!



05/12/2012

Programação pro fim de semana 07 a 09/12/12

Fim de ano! Ahhhhh... Festas! Comemorações! E também feiras e mercadinhos! Adoro!

Bem, na sexta feira, como já contei, tem nosso aperitivo em prol do novo filme. Da non perdere! 



Sábado e domingo é o último fim de semana da  "Artigiano in Fiera" . A maior feira de artesãos! Vou todo ano, A-DO-RO! Saibam mais clicando aqui.



E também os mercadinhos de natal! Ahhhh... 

O mais famoso é o O'Bej O'Bej ! Na Piazza Castello. Mas tem também muitos outros. Vejam clicando aqui.


Claro, vou conferir e contar tudo pra vocês!

Baci!


04/12/2012

Val Codera - trekking e cinema!!

Contei aqui todas as vezes que fui fazer trekking na montanha.

É uma experiência maravilhosa mas também muito cansativa!

Todas as vezes durante o percurso, falo que é a última vez que faço trekking do tipo, hahaha. Mas depois, toda a paisagem, o lugar, o clima, todo o esforço fica esquecido, e sei o quanto vale a pena o sacrifício.


Esta última vez foi em Val Codera, na província de Sondrio. Um percurso não muito difícil, e tínhamos um incentivo muito especial : era ali que seria girada da maior parte das cenas do novo curta-metragem da GaroArte, como falei no post anterior, "Autunno".


Val Codera fica a 100 km de Milão, só pode ser alcançado à pé ou de helicóptero.

São 2 horas e meia de caminhada saindo de Novate Mezzola.

Numa altitude de 815 metros, está Codera, a pequenina cidade, toda de pedra, na qual há alguns bons anos atrás residiam muitas pessoas. 


Por sua posição estratégica, muitos passaram por lá, dos celtas aos romanos, vários povos bárbaros, sinais da passagem deles são ainda visíveis. Destaque para a ponte romana, onde inclusive fizemos uma cena do filme.


Val Codera teve importância histórica com o fascismo. Na época, todos os grupos de escoteiros estavam proibidos, e Codera foi o ponto de encontro para o grupo fascista "Aquile randagie" (algo como: águias desviadas). Desde então todo o vale é prioridade para os grupos de escoteiros.

Existem alguns refúgios em Codera, e a trilha pode ser percorrida em qualquer época do ano. Caminhar, chegar no refúgio e comer comida típica de montanha, regada com uma bella grappa ou vinho, não tem preço! :)


Vale super a pena!

E assim que o filme estiver pronto, claro, colocarei o link pra vocês!

Baci a tutti!

03/12/2012

Autunno - novo projeto da GaroArte

Foi por isso e outras coisinhas mais da vida que sumi!
Desculpem-me... fiquei sem novidades por um tempo... em novembro foram só 4 posts... e logo depois de um recorde de visitas obtido em outubro.
Mas estou de volta!

Lembram que contei da produtora GaroArte, veja aqui, então. Estamos num novo projeto. Um novo curta-metragem, que se chama Outono, em italiano Autunno. 

Reunião do grupo, filmagem pra lá e pra cá, uma correria só!

A locação principal do filme, foi na montanha! Mais precisamente em Val Codera, província de Sondrio.
E lá vai eu no trekking de novo! E desta vez, numa experiência inédita: trekking com gravação do filme!

Fora a montanha, cenas do filme foram gravadas num bar perto da trilha que faríamos, na casa da nossa diretora de atores e num bar no centro de Milão!

E nas próximas 2 sexta-feiras, dias 7 e 14 de dezembro, promoveremos um aperitivo brasileiro, para arrecadar fundos para o filme (gastos com aluguel de equipamentos, gasolina, atores, toda equipe, etc..).

E quem estiver por aqui tá convidadíssimo!

É uma chance de nos conhecermos pessoalmente né?

Abaixo o convite da festa:


Nos próximos posts vou falar sobre Val Codera e o trekking com cinema! :)

Baci a tutti!


23/11/2012

L'olio di oliva

Outono é a estação do azeite novinho, é tempo de "olivagione", um ritual que acontece sem interrupção, todo ano, há pelo menos 6 mil anos!

Mas é cada vez mais consumido, acessível à todos.

O azeite (aqui na Itália oleo di oliva), é a gordura mais saudável que existe e também o mais saboroso.

A "olivagione"  é um percurso que começa em outubro e se extende até o natal.. mas também pode chegar até às primeiras semanas de janeiro.



As olivas (azeitonas) são retiradas diretamente dos ramos e vão para fase natural de oxidação. É preciso conhecer exatamente o período de amadurecimento das azeitonas para a colheita, pois quanto mais maduras piora o produto final.

Existe uma infinidade de qualidade de azeitonas. Cada um dá um azeite específico, de sabor particular e único. 

Na Itália o azeite é produzido em todas as regiões, exceto em Val d'Aosta.

Os mais famosos e considerados top são:

- RIVIERA LIGURE DOP - leve e frutado, doce com amargo e com um equilibrado apimentado, amêndoas e pinolo. Indicado para massa al pesto, salada do mar, carnes brancas grelhadas.

- GARDA DOP - Leve frutado, gosto fino, vegetal, macio, armônico, tons amendoados, levemente apimentado. Indicado para flores de abóboras fritas e carnes brancas grelhadas.

- UMBRIA DOP - Frutado medio a intenso, gosto vegetal de alcachofra. Combina com sopa de "fungos", "frittelle di granturco", "lepre alla cacciatora".

- SARDEGNA DOP - Frutado médio, macio no paladar, tons florais e fruta branca no final. Combina com sopas de peixe, crustáceos ao vapor, carnes brancas grelhadas.



- MOTI IBLEI DOP - Frutado médio a intenso, tomate, sabor vegetal, macio, amargo e apimentado em equilíbrio. Combina com antipasto de verduras, e peixe assado.

- TERRA DI BARI DOP - Frutado intenso à médio, perfume de grama do campo, sabor decidido, amargo e picante, amêndoa. Combina com verduras cruas e cozidas.

- CHIANTI CLASSICO DOP - Frutado médio a intenso, fragrâncias vegetais de alcachofra e grama do cmapo, boa fluidez e leve adstringência. Combina com feijão, sopas de verduras, coelho, ribollita toscana.

- TOSCANO IGP - Frutato médio a intenso, amargo e apimentado, leve notas adstringentes, encorpado. Combina com sopa de legumes, verduras grelhadas e tagliata alla rucola. 

- SABINA DOP - Frutado médio - leve, sabor delicado, amargo e apimentado em equilíbrio, tons amendoados. Combina com sopa de batatas e alcachofras, salada de farro, creme de verduras, carnes brancas grelhadas.

Com o tempo, vivendo na Itália o paladar vai ficando mais apurado para perceber as diferenças entre um azeite e outro, acontece assim também com o vinho!

São as maravilhas da Itália!

Baci a tutti!

13/11/2012

La castagna

Foram os romanos que começaram a cultivar em grande escala as castanheiras (ou castanheiro europeu - Castanea sativa). Madeira dura e resistente, o fruto não era ainda muito apreciado. Foi na era medieval que a castanha tornou-se um componente importante na alimentação popular, tanto que era chamado de "il pane dei poveri" (o pão dos pobres).

Alto valor nutritivo, ricas em fibras e pouca gordura, possuem proteínas de ótima qualidade, além de alto teor de açúcar, ferro e magnesio.

O fruto da castanheira é o "ouriço", em italiano o riccio. As castanhas e os marroni são as sementes. E são elas as apreciadas. Os "marroni" se diferenciam das castanhas por serem maiores e, dentro do fruto "ouriço", contém somente uma. Enquanto quando o ouriço é menor, contém as castanhas, que podem ser de 1 a três unidades em um só fruto. Eles se diferenciam também pelo sabor.

                           

Algumas formas de apreciar as castanhas:

- Farinha de castanha, nutritiva, utilizada para o preparo de diversos pratos doces como bolos e biscoitos, mas também pratos salgados e massas!


- Marrons glacé, doce produzido com os "marroni" foi criado no século XVIII, e era sempre presente na mesa dos nobres, e logo depois, como tradição no ano novo, como votos de felicidade e abundância.


- Torta Mont blanc, famoso doce de outono, em homenagem à montanha.


E claro, o Caldarroste, o modo tradicional de comer castanhas, ou seja, cozidas em uma frigideira furadinha.

          
  

Querem mais receitas com as castanhas??? Cliquem aqui!

Baci a tutti!

12/11/2012

11 di novembre - San Martino di Tours

Ontem foi dia de São Martinho, um dos primeiros santos da Igreja Católica. Viveu entre os anos de 316 ao 397, nasceu onde hoje é a Hungria, nas durante a sua infância a família se transferiu para a Gália, atual França.
Filho de um comandante do exército romano, desde jovem lutou contra o paganismo, a favor do cristianismo.

El greco, San Martino e o mendigo.

A data é comemorada aqui na Itália de várias formas.
Em Abruzzo, fogueiras são acesas e há uma competição entre quem conseguir fazer o fogo mais alto e duradouro, em honra a San Martino.
Na região veneziana, preparam o doce de São Martinho, um biscoito com a imagem do santo à cavalo, todo decorado. Ainda acontece de crianças sairem às ruas batendo panelas e tocando instrumentos, de loja em loja, casa em casa, em troca de guloseimas e moedas.


Em muitas regiões da Itália, 11 de novembro é o marco da maturação do vinho, e tem o provérbio: " A San Martino il mosto diventa vino". É quando o acaba a fase de maturação do vinho. A data é comemorada, abrindo vinhos que acabaram de amadurecer acompanhado com castanhas ou caldarroste. Acontecem vários eventos em toda Itália, sagras, cantinas abertas, etc. 



No norte da Itália, até muito tempo atrás, os contratos de trabalho acabavam no 11 de novembro. Quando os trabalhos nos campos acabavam mas sem ainda a chegada do inverno. Quem tinha uma casa em uso, no campo, deveria liberá-la até esta data. E a data então, ficou conhecida como uma data de "trasloco"  (mudança de casa), portanto, em alguns lugares ainda se usa a expressão " fare San Martino" , se mudar!

Como citei a castanha, é época! No próximo post vou falar das tradições das castanhas na Itália.
Baci a tutti!

06/11/2012

Reflexo da crise

E o assunto mais uma vez é ela... a tal da crise.
E cada vez mais se vê reflexo dela.
Andando pelas ruas se vê lojas fechadas, comércios em venda, casas e galpões em venda, aumenta o número de anúncio nas faxadas dos prédios, aluguel, venda, a coisa tá feia!



Muitas pessoas me escrevem, contando do seu sonho, pedindo opinião se é hora ou não de vir! 
Quando cheguei, há 2 anos, já falavam da crise, mas esta não era ainda muito evidente. Arriscamos vir mesmo assim.
Hoje já é diferente.
E há algum tempo eu responderia às pessoas que me escrevem: venha, aposte no seu sonho, arrisque. 
Mas hoje, infelizmente, digo: não venha, espere mais um pouco, deixa essa maré ruim passar. Pois pra quem já tá aqui tá difícil, imagina pra quem tá chegando... 
Mas claro, nunca desistir dos sonhos! Apenas planejar melhor e esperar a situação da Itália melhorar um pouco, principalmente se vem pra tentar a vida, trabalhar. Agora se vem pra estudar, é tudo uma outra história!

Baci a tutti!

31/10/2012

Os muros de Milão hoje

Das 3 muralhas, sobre as quais falei nos post anterior, infelizmente hoje resta muito pouco, mas ficou sua marca na atual urbanização da cidade.

A Milão Romana está quase inteiramente no subsolo, o circo e as termais estão visíveis sob San Lorenzo Maggiore; embaixo da Bolsa de Valores há paredes e calçadas. Apenas alguns trechos da muralha romana são ainda visíveis, tais como:

- Restos dos muros republicanos nos porões de alguns edifícios na Via San Vito, onde também se destaca pela técnica de construção, do lado norte da Carrobbio, parcialmente incorporadas nos edifícios há uma parte da torre de Porta Ticinese que remonta às primeiras muralhas do primeiro século.



- Restos dos muros Maximianas entre alguns edifícios na Via Montenapoleone, no pátio do Museu Arqueológico em Corso Magenta está uma torre poligonal (24 lados) parte do trecho oeste das paredes, e no porão do Grand Hotel di Milano foi encontrado e já restaurado uma parte da fundação da muralha.




Além disso, há algumas evidências das muralhas medievais, sobretudo a Pusterla de Santo Ambrósio (uma das portas menores) do século XIII. O portão, construído em tijolo em uma base em um tipo de rocha, tem dois arcos e ao lado da entrada há duas torres, uma das quais abriga um museu.



As outras portas ainda completamente ou parcialmentee de pé são a antiga Porta Nuova, datada do século XII, no início da Via Manzoni, Porta Ticinese, os restos de Porta Romana localizada no subsolo dos dois edifícios no cruzamento da Corso di Porta Romana e via Sforza.

Dos muros ainda permanecem cerca de 20 metros na Via San Damiano.



Assim também para a muralha espanhola, se vê alguns vestígios na praça Medaglie d'Oro  ao longo do Viale Vittorio Veneto, e ao longo do anel pequeno (piccola circonvallazione) , que na verdade é também chamado de "muralhas da cidade espanhola."



Durante as obras para a estação Missori do metrô foram encontradas calçadas e outros vestígios da era Romana, tudo agora é exposto nos próprios corredores da estação de metrô.





Respirando história, compartilhando com vocês um pouco da história de Milão!

Baci a tutti!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...