28/12/2011

Passou.

             Passou. Passou o natal, passou a gripe e foi junto a "depressão natalina" (sabiam que existe???). 
             Ainda bem!!!
            Como faz falta a família em épocas de festas tão tradicionais (ao menos na minha família!). 
          Fiquei triste, sem chão, e ainda por cima gripada, só queria ficar debaixo das cobertas e fingir que nada tava acontecendo, nem internet, nem nada.... 
            Passou.. uffa! e bola pra frente né?
            Hoje faz aniversário meu sobrinho, único sobrinho, 11 anos. 
            Que falta que me faz. 
            É engraçada a nossa relação de tia-sobrinho, pois minha irmã foi mãe nova, de improviso, assustando todo mundo... criou o filho em casa, com ajuda de mãe, pai e irmã... mesmo que não quisesse, rs. E sabem como é né? Criança criada com avó, com tia, com mãe e pai, todo mundo querendo educar, ensinar, deseducar..  ai ai ai... Eu fazia o papel de chata, pois como ele era muito atentado (aliás, ainda o é), eu acabava querendo que ele tivesse um comportamento diferente, etc e tal... mas tia não consegue muita coisa; e na minha cabeça, tia não tinha que morar com sobrinho, tinha alguma coisa errada ali. Hahahah! Fui tia cedo, adolescente ainda, então meu sobrinho é meio sobrinho-irmão... e não podia ser diferente de uma relação quase irmão, brigas, desentendimentos, etc e tal. 
               Mas o amo muito! E já tá fazendo 11 anos!
            Ai meus 11 anos! Morava em Recife, muitos amigos, amores ainda infantis... ano que me marcou muito. Espero que essa idade pro Fernando também seja especial como foi a minha. (Eu com 11 anos (de jaqueta jeans), em Recife, na foto abaixo)


             "Fer! Te desejo tudo de bom! Uma vida cheia de alegria, de saúde, de sonhos, de muitas conquistas e boas lembranças! Te amo!" (meu sobrinho Fernando, com minha irmã Marcela, na foto abaixo).



                           

6 comentários:

  1. Carla, sei bem como é isso de ser ainda jovem com uma irmã que é mãe muito cedo. Passei pela mesma coisa. Mais um ponto em comum hein? Aliás, tenho uma sobrinha com o mesmo nome que sua irmã. Enfim... Que bom que se recuperou da gripe e que já driblou a saudade . Bj. Lana.

    ResponderExcluir
  2. Oi Carla! Com esse tempo só dá vontade de ficar mesmo embaixo das cobertas, mesmo quando não estamos doentes. Meu natal foi ótimo, em Milão mesmo. Morro de saudades da família nesta época também. Bola para frente... Viajo agora no reveillon e será bom para arejar a mente. Um ótimo 2012 para você! Beijo!

    www.disegnoamilanesa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Sério Lana??? coincidencia mesmo! rs.. entao deve saber que a cabeça fica meio confusa né? rs.. bjus

    Que bom que seu natal foi otimo Felipe! um ótimo Reveillon pra vc, aproveite o passeio, eu vou passar por aqui mesmo, ótimo ano pra vc tbm bju

    ResponderExcluir
  4. Carla, não a conheço pessoalmente, mas pelo pouco que vi de você nas fotos aqui do blog digo que sua irmã é a sua "cara"...rs...

    Sim, eu já conhecia a depressão natalina, não que tivesse passado por ela, mas vi esse tema na faculdade. Ainda bem que esta fase costuma ser transitória e agora é mesmo bola pra frente né... a saudade sempre vai existir só temos que aprender na medida do possível lidar com ela.
    Feliz 2012!!! Beijosss

    ResponderExcluir
  5. Oi Carla, muito legal seu blog!!! Vi seu depoimento sobre se vale a pena morar no exterior...rs Também passei pela depressão natalina, e não sei qual foi pior, Natal ou Ano Novo.... rs mas td bem... passou! Feliz 2012! :)

    ResponderExcluir
  6. Achou mesmo Sandra? quando éramos crianças falavam que éramos gemeas, mas dpois mudamos bastante! mas parecer sempre parece...rs... beijos e feliz 2012!

    Claudinha! obrigada... a minha do Natal foi pior, rs.. mas a parte boa é que passa, rs.. feliz 2012, bjus

    ResponderExcluir

Obrigada por participar!
Seu comentário será publicado após a aprovação. :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...