22/05/2014

Brasil com Z - Por que é bom morar na Itália?

Já que dizem que o pior da Itália são os italianos, então o que é o melhor da Itália???

Ou melhor, por que é bom morar na Itália??

Hummmm…





Faço o top 5 lá no Brasil com Z!

Leia lá clicando aqui.
http://brasilcomz.wordpress.com/2014/05/22/top-5-por-que-e-bom-morar-na-italia/

Baci a tutti!


18/05/2014

Tradição - Um casamento em Roma

                                       


Fui pela primeira vez a um casamento aqui na Itália. De italianos, ou melhor, romanos.

Não posso falar que é um típico casamento italiano, pois existem inúmeras tradições diferentes em cada parte da Itália, mas vou contar como foi do início ao fim esse casamento romano que fui.

Bem, foram meses de preparo, como todo casamento.


Distribuir convites, escolher igreja, padrinhos "i testimoni" (neste caso 1 casal para cada um), escolher o local da recepção, os pratos, a decoração, lista de presentes, etc.



Uma semana antes as amigas da noiva organizaram uma despedida de solteiro (o mesmo para o noivo). Neste caso, para a noiva, foi uma festa em um  fashion bus, um ônibus balada que gira o centro de Roma, com direito à um streaper, "comes e bebes" e no final, balada em uma discoteca de verdade.
 

Alguns dias antes da cerimônia, mais comumente no dia anterior, amigos da noiva e o noivo vão à casa da noiva fazer a tradicional serenata, pode ser de manhã ou à noite, o importante é que seja uma surpresa. 
Para a serenata pode-se contratar músicos, violeiros, sanfoneiros ou então os amigos podem levar instrumentos e tocar junto ao noivo, que faz a sua declaração de amor.


Já no grande dia, na Igreja, a cerimônia é muito parecida com a cerimônia católica brasileira. Muitos convidados, daminhas de honra, padrinhos, noiva chegando atrasada trazida pelo pai, etc e tal. A Igreja escolhida pelos noivos foi a San Giorgio in Velabro, no centro de Roma, uma igreja do IX século.


Na saída da igreja, bexigas brancas no céu, arroz nos noivos e fila para os cumprimentos aos mais novos casados. Depois a carreata até o local da festa, com os carros decorados com um laço de fita  (como contei neste post).

Na recepção, geralmente uma Villa, ou seja, uma casa de campo, com piscina, grande área verde, tudo perfeito para fazer ótimas fotos para o álbum de casamento. 
Tudo começa com um aperitivo na área aberta. Música ao vivo, bar, petiscos, enfim, descontração.
Os noivos chegam, tiram muitas fotos, fazem o brinde e logo mais, todos entram para o jantar.
Casamentos italianos são famosos por serem bem servidos, se come e se bebe muito. 
Dois pratos de massa, carne, doces e por fim, o bolo de casamento. Tudo regado a ótimos vinhos locais.


No final de tudo, se dança e se diverte!
Os noivos ficam até o final da festa, junto aos convidados. 
A noiva sempre com o vestidão, aproveitando tudo como se deve.

E viva os noivos!!

Baci a tutti


*Vem pra Itália e quer reservar os hotéis nas cidades que for visitar, de uma maneira fácil, barata e segura? Clique aqui.

13/05/2014

Violenza sulle donne - Violência contra mulheres

Aumenta a campanha contra a violência doméstica. Contra a violência às mulheres.
Uma campanha que é a favor da denúncia.
Aqui na Itália praticamente não há mortes brutas por assalto ou roubo, por exemplo, mas há sim muita violência doméstica, principalmente contra as mulheres.
Ano passado foram registradas 128 mortes de mulheres, mulheres assassinadas por seus parceiros ou ex-parceiros, fora todas as denúncias de abuso, violência, pedidos de ajuda através do disque-denúncia, o telefono rosa,  o número gratuito 1522. 
Circulam por aí cartazes de conscientização, como estes:

Os tapas são tapas. Confundi-los com amor pode te fazer muito mal

Um violento não merece o teu amor. Merece uma denúncia.
                                       
Você tem só um jeito de mudar um namorado violento. Mudar de namorado.
Não se case com um homem violento. Os filhos aprenderão rápido.
                                    
Segundo um estudo da Agência da União Europeia, a Itália não está entre os países com maior número de registro de violência contra mulheres. Segundo o estudo (resultados são representados no gráfico abaixo), 27% das mulheres italianas sofrem ou já sofreram abuso físico, psicológico ou sexual, a partir dos 15 anos de idade. Dinamarca está no topo, com 52% da população feminina violentada por seus parceiros ou não parceiros.

 
 Fica aí o alerta!





*Vem pra Itália e quer reservar os hotéis nas cidades que for visitar, de uma maneira fácil, barata e segura? Clique aqui.

04/05/2014

La vera cucina romana!

Querem conhecer a verdadeira culinária romana?
Historicamente é uma cozinha simples, feita com ingredientes baratos, porém muito nutritivos. 
Ainda hoje se mantém as tradições da culinária da Roma antiga, uma cozinha variada, cheia de sabores, texturas e muito mais.
Almoçar ou jantar em um restaurante típico romano, de cozinha caseira, pode ser delicioso mas também cheio de surpresas. Surpresas essas que nem sempre agradam o paladar de todos.
Alguns restaurantes de "cucina casareccia" têm um valor fixo para o menu (entre 20 e 30 euros), no qual se come um mix de antipastos, 3 "primi" (massa) e alguns "secondi e contorni" (carnes e verduras).
E é esse menu a caixinha de supresas! 


Alguns exemplos de antipastos, além dos tradicionais presuntos, salames e queijos variados:

- Alici marinate: filezinhos de alice marinados em vinagre e servidos com azeite de oliva.
- Nervetti alla salsa verde: nervo de vitelo com molho verde
Le coppiette: carne de porco ou cavalo seca e apimentada.

 

Algumas massas:

- Spaghetti alla Carbonara:  molho com ovos, "guanciale" (um tipo de bacon), queijo pecorino, sal e pimenta.
 

- Spaghetti cacio e pepe: queijo pecorino e pimenta
- Bucatini all'amatriciana: molho de tomate, queijo pecorino e guanciale.

Algumas carnes:

- Coda alla vaccinara : prato típico feito com rabo de porco, cebolas e cenouras.

 

- La pajata: intestino de vitelo (alimentado só com leite) cozido no vinho branco e especiarias.

 

- Trippa alla romana: tripa cozida com tomates, cebolas, cenouras e especiarias.

 

Contorni (verduras):

- Carcioffi alla giudia e alla romana: alcachofras ao alho e óleo (preparadas em diferentes modos)
- Cicoria ripassata: Chicória refogada
- Fiori di zucca fritti: Flores de abóbora fritas (empanadas)

 
Doce:

- Crostata di visciole: torta com cobertura de visciole (cerejas selvagens ou também conhecidas por aqui como amarene).


Deu fome?
Vejam no site Roma in Bocca essas e outras receitas tradicionais da culinária romana, em italiano, claro.

Baci a tutti.



*Vem pra Itália e quer reservar os hotéis nas cidades que for visitar, de uma maneira fácil, barata e segura? Clique aqui.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...