11/09/2010

Trocando Brasil pela Itália

          Fiquei sumida uns dias sem postar né? Mas não deixei o blog de lado não. Estava fazendo um curso intensivo em SP de Excel pela empresa. Gente, ir para SP todos os dias de trem/metrô é puxado.. quanta gente! Um sufoco. Mas essa etapa passou. Mas, dia 20 tem outro. Vocês devem estar se perguntando: mas ela vai para a Itália logo logo e tá fazendo curso pela empresa? Pois é!
            Ainda não contei essa parte da história né?
            Vamos do início então.
            Ano passado abriram inscrições para o concurso da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), resolvi prestar, mesmo já estando com planos (ainda indefinidos, porém) de ir para a Itália. E passei! Eu estava trabalhando em um laboratório prestador de serviços em Suzano mesmo, minha cidade. As admissões demoraram um pouco, e também, eu quis escolher uma vaga próxima de casa, pois ainda estava na faculdade. Bem, assumi o cargo em abril deste ano. E nesse meio tempo, eu já tinha casado e o Tiago (meu marido) já estava na Itália, então: Eu já sabia que ia uma hora ou outra para lá também. Mas como não tinha data definida da minha ida, sabia que teria que esperar pelo menos uns 4 ou 6 meses até o Tiago arrumar toda documentação, se estabilizar, arrumar emprego, um apto pra gente,  e tal então, assumi o cargo. Mas desde o início, deixei claro para o meu gerente (muito gente boa por sinal!) que eu estava com planos de ir para a Itália, que meu marido estava lá, só não sabia exatamente quando. Ele entendeu e me apoiou, apenas disse para avisá-lo quando chegasse a hora, perto dela melhor dizendo.
            Portanto, estou na Sabesp ainda. Aproveitando cada momento, aprendendo e ensinando claro, afinal a vida é uma troca, e já avisei meu gerente que em outubro vou sair.
          Como a Sabesp é uma empresa de capital misto, pode-se tentar pedir licença do cargo, e assim vou fazer. Se não conseguir, paciência, terei que pedir a conta. A licença é de até 2 anos. Seria mais uma garantia, caso aconteça algum imprevisto na Itália, voltamos antes do esperado, etc.
            Deixar um cargo público para tocar a vida na Itália? Devem se questionar. A resposta é: Sim!!! Claro que sim. Sempre em busca dos sonhos não é mesmo???
            E o cargo que estou na Sabesp é técnico, ainda não tinha me formado na faculdade quando prestei o concurso, nem quando eu assumi o cargo. Quero muito mais que isso!! Quero viver!!!... e ficar socada numa empresa pública com a mesmice para o resto da vida não é para mim, pelo menos no momento em que estou. Lá não tem plano de carreira, então uma hora ou outra eu veria a necessidade de sair de lá mesmo, e por que não agora? A hora é agora, vamos em frente, a vida é curta.
            Ainda penso 2 vezes de pedir a licença ou não. Por um lado não queria deixar pendências no Brasil, conta aberta, coisas a receber, depois ter q voltar e pedir a conta, etc...
          Mas, não dá pra prever o futuro, sei lá, às vezes uma garantia é bom ter né? Em todo o caso, meu gerente está de férias, vou entrar com o pedido somente no dia em que ele voltar, parece que o processo é rápido, então até lá eu decido o que vou fazer mesmo.
            É isso aí!
            Acho que não falei aqui ainda, mas sou uma Viciada em Livros e, li essa semana o livro do Ricardo Magalhães “Quebra Tudo! Foi para isso que eu vim e você?”. E lá ele falou:

    “ Não interessa se eu vou tomar um tombo ou dois no meio do caminho – grandes sonhos levam anos para serem realizados; eu não sou pessoa de ter sonhos pequenos.”

            E nem eu! E estou correndo atrás do meu!

            Beijos

            Carla Guanais Branchini

7 comentários:

  1. Também não sou pessoa de ter sonhos pequenos, haha. Ainda bem ><'
    Também adoro ler, adoro adoro =)
    E espero que dê tudo certo pra você na Itália \o/
    Deve ser maravilhoso *-*

    ResponderExcluir
  2. Bom... realmente uma grande questao. Acho que depende um pouco, pois se è um cargo bom...com anos de experiencia e um bom salario é melhor nao pedir as contas e sim uma licença que geralmente é possivel para quem passou do estagio probatorio. Mas quem é jovem é sempre bom arricar....

    ResponderExcluir
  3. Pois é Gi.. o cargo não é tão bom. É nível técnico e eu me formei em nível superior.. nao tem plano de carreira como eu disse. E já que é pra ir, tenho pensado muito em apostar todas as fichas e não deixar pendências no Brasil.. mas ainda tenho tempo para resolver o que fazer. bjus. saluti!

    ResponderExcluir
  4. Eu passei pela mesma situaçao que vc, trabalhava em empresa publica quando optei viver na Italia. Eu confesso que nao pedi a licença, talvez hoje eu teria feito diferente! Bons sonhos pra vc !

    ResponderExcluir
  5. Sério Cris? Mas por que teria feito diferente? Voltaria antes do previsto, garantindo o emprego? Bem, de qualquer forma, estou mais propensa a abrir mão.. apostar todas as fichas. Vamos ver! Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi Carla,tbém queremos ir.Sou casado e tenho 2 filhos pequenos.Passei 60 dias proximo a milano.
    Podemos trocar ideias!!
    Boa Sorte a vcs,esta fazendo certo.

    ResponderExcluir
  7. Que legal Marcelo. Boa sorte pra vcs também! Podemos trocar idéias sim. Escreva-me no email
    sonhosnaitalia@gmail.com. bj

    ResponderExcluir

Obrigada por participar!
Seu comentário será publicado após a aprovação. :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...