29/06/2011

A imagem da brasileira na Europa

Esse é um tema que me incomoda. Me incomoda porque sou mulher, sou brasileira e não quero nem mereço ser julgada por minha nacionalidade. Sou brasileira sim, mas não sou prostituta, não sou mulher fácil, não saio por aí pelada, não fico por aí seduzindo os homens, não estou atrás de homem rico, não sou interesseira e principalmente, não sou burra!!!

Por que estou falando isso?
Bem, pois é mais ou menos assim a imagem da mulher brasileira aqui na Europa. Infelizmente.

Quer ver??

Ou vá no Google e digite Donne Brasiliane ou Ragazze Brasiliane. O que aparece? Sites que sugerem como conhecer uma brasileira, o que fazer, comportamento, além de fotos de mulheres semi-nuas, na praia, no carnaval... Bem, é essa a imagem do Brasil por aqui. Praia, carnaval, mulher de biquini.
Quando fui a Lugano, na Suíça, vi uma coisa mais triste ainda, um outdoor, no centro da cidade, anunciando um Bar, sem censuras, dá pra imaginar né? Vejam a foto:


Nua, segurando a bandeira brasileira. Dá uma olhada no site (clicando aqui) só para ver o nível!! É um puteiro, claramente falando. E, na parte dos comentários tem mais de 80 sobre as brasileiras. Triste!
Eu não tinha dada contra as prostitutas quando estava no Brasil. Mas aqui tenho raiva! Porque denigrem nossa imagem. Uma brasileira que estudava comigo já brigou com uma italiana preconceituosa que não aceitava estrangeiros, e disse que nós brasileiras só viemos aqui "per fare la putana". Pois é!!! 
Bem, essa é a "visão geral", estereotipada da mulher brasileira por aqui. Claro que não são todos que pensam assim, ainda bem né? 
Mas por conta desse estereótipo acabamos sofrendo preconceito. A coisa é: escolha bem o ambiente em que vive e frequenta. No mundo acadêmico por exemplo não tem isso, claro!
E eu vim para fazer a diferença. Passar por cima do preconceito e pisar em cima. Mudar esse estereótipo. 
                              
                              

42 comentários:

  1. É Carla a coisa é séria. Aqui o maior preconceito contra brasileiras já começa no próprio Brasil.
    Muitos alemaes vao para o Brasil atrás de mulher brasileira para casar. Eles nao gostam da mulher alema, pois sao controladoras. Entao, eles vao para o Brasil, que já tem fama da mulherada, arranja uma, que nao fale a língua, trás para cá com proposta de morar na Europa (muitas delas do nordeste, pobres e com sonhos), tudo isso para poderem controlar do jeito deles a esposa, ou melhor empregada. Conheço muitos casos assim aqui e tentei ajudar uma brasileira que nem podia mais alisar o cabelo, pis o marido achava que ela iria atrair outros homens, um horror.
    Puteiros com mulhres brasileiras tem de montao aqui, um horror.
    Vou fazer uma campanha para que estas "coitadas" nao caiam na laia destes europeus, elas sofrem demais depois aqui.
    Adorei o post, mais uma realidade muito triste do nosso país, na visao do resto do mundo.
    Beijos e uma ótima semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Morei em uma Serra, estado de S.Paulo que estava cheio de casos assim :o( Não precisam nem ir para o exterior. O estrangeiros faziam isso com suas "esposas"
      aqui mesmo no Brasil :o( Duas delas conseguiram divórcio, processos e receberam/ recebem pensão para filhos+casa+carro.

      Excluir
    2. Prostitutas tem em todo lugar.. A Holanda, por exemplo, tbm tem fama de só ter prostitutas e maconheiros, no entanto, sabemos que não é bem assim.. Da mesma forma o Brasil, e nós brasileiros sabemos bem como são as coisas no Brasil e pq leva-se a fama.. Agora, da mesma forma que generalizam a fama das brasileiras, vocês estão generalizando dizendo que os gringos só querem as brasileiras para domesticá-las..vcs estão cometendo o mesmo pecado! E mais, a mulher brasileira não é nenhuma coitada, mas não é mesmo!! Então, ao invés de perder tempo com discursos feministas que não vão mudar em nada a posição que temos ante os estrangeiros, cabe cada um mostrar o que realmente é, atitudes é que são capazes de mudar o mundo e não discursos.

      Excluir
  2. Bem, posso falar como brasileira morando na Italia. Infelizmente, boa parte das brasileiras que estao aqui faz jus a fama : S
    Entao, nem perco tempo querendo defender ou argumentar quando alguem quer entrar nesse assunto.Corto na maior e mudo de assunto ou saio de perto. Se for uma pessoa que vai conviver com vc, vai observar seu comportamento e mudar de ideia. Se for alguem que vc nao vai ver nunca mais, deixa pra la! Nao vai fazer diferença,ne?

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente de uma "forma geral" é essa a imagem que temos aqui na Europa. Mas basta vai de cada uma de nós fazer a diferença, mostrando um outro lado da mulher brasileira!
    Aqui em paris tem muito travesti brasileiro que se prostitui, já vi na tv e quando meu marido falou que ira casar com uma brasilira, as pessoas perguntavam se ele tinha verificado que era uma brasileirA mesmo, e não um homem! Na brincadeira, claro...
    Mas agora ouvi falar que tem muito menos travesti brasileiro, mas aí tem de outros países que "imitam" o sotaque brasileiro e que dizem que são brasileiros pois atrai clientes!!! hahahaha
    Milena
    http://viverplenamenteparis.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Vixi, essa assunto é muito complicado. Pouca gente se lembra, mas na década de 80 e 90 o governo brasileiro vendeu a imagem da mulher brasileira de fio dental e asa delta para o mundo todo, pensando que promoveria o turismo. ATé hoje penam para mudar essa imagem do Brasil. Puta existe em todas as nacionalidades, aqui na Espanha são muuuitas brasileiras, mas também cubanas, russas, romenas... Fora as que são assim e nem trabalham em puteiro, né? As piores para acabar com a imagem das que são "sérias". Enfim, é complicado acabar com esse imaginário esteriotipado da mulher brasileira. EU acho que existe em todos os meios, acadèmicos ou não, só que é mais sutil.

    ResponderExcluir
  5. Triste realidade confirmada por vários exemplos. Uma pena. Ótimo registro!

    ResponderExcluir
  6. Olá Carla.
    Tenho uma pergunta, estou aguardando o processo de cidadania da minha esposa ítalo-brasiliana aqui na Itália e sei que eu nao tenho direito a permesso di Attesa, sendo assim penso em ir na Suíça para receber o carimbo(hoje faz 67 dias de estadia).
    Então gostaria de saber se eles carimbam o passaporte na saída da Suíça para entrar na Itália?
    Obrigado.
    Fábio Alves.

    ResponderExcluir
  7. nossa Angela, é verdade! Como a Glenda disse foi o proprio Brasil que vendeu essa imagem, e tem muitos brasileiros que ainda a vendem, turismo sexual as mulheres que vêm aqui fazer dinheiro "vendendo" sexo, etc. Obrigada a todos e todas por comentar.

    Fábio, desculpa-me mas não sei responder sua pergunta. Sei que se vai da Itália à Suiça de carro ou trem nem olham seu passaporte, não sei como funciona de avião. Abraço

    ResponderExcluir
  8. Já reclamei disso no blog tb. E infelizmente tá longe do fim. Uma pena!!!

    ResponderExcluir
  9. Oi Carla,

    realmente é muito triste isso, mas infelizmente essa é imagem que nossa sociedade "impõe"... um exemplo disso são os conteúdos dos filmes produzidos aqui, eles mostram td de ruim pq "dá ibobe" como violência, pobreza, dentre outras coisas citadas por vc. Preconceito é algo muito ruim, mas não sei se vc concorda que apesar de a grande maioria da população NÃO fazer parte do grupo dos trabalhadores do sexo, dos bandidos, etc, os culpados são os cidadãos (se é que podem ser chamados de cidadãos) brasileiros que Vendem essa imagem, e o preconceito é algo que vem de uma forma natural, faz parte de qualquer sociedade...

    ResponderExcluir
  10. Oi Carla,

    Infelizmente muitos italianos que eu conheço e que falam de ir para o Brasil deixam bem claro que tem interesse na mulherada e sexo fácil. No meu trabalho sou a única estrangeira e sabe o que eu já ouvi várias vezes? Que eles contrataram a única brasileira do mundo que não parece ser brasileira, pois não usa roupas curtas ou decotadas, não admite traição, não samba, é séria demais para uma brasileira. Meu chefe quando jovem foi ao Brasil e disse que tocou o terror lá com mulherada, disse que demorou muito para conseguir voltar de corpo e alma para a Itália. Motivo: mulherada fácil.

    A proprietária da casa onde moro admitiu que quando ficou sabendo que eu era brasileira não queria alugar a casa de forma nenhuma para mim. Acabei convidando-a para tomar um café na minha casa antiga. Depois de dois meses ela me disse que não iria alugar a casa pois todas as brasileiras que conheceu por aqui são safadas e davam em cima do marido dos outros.

    Os meus amigos dizem que jamais irão ao Brasil com a esposa ou namorada, pois seria como levar bolo em festa, ou seja, mais atrativo do que as maravilhosas paisagens do Brasil são as mulheres fáceis. Sem falar que as poucas vezes em que fui em bar brasileiro acabei ficando envergonhada do modo como as brasileiras se jogavam em cima dos homens.

    Pois é, eu como vc não saio mostrando a bunda por aí, sou casada, me respeito e respeito o meu marido, mas infelizmente acho que "a brutta figura" da mulher brasileira faz muito sentido.

    bjs, Erica Ritacco
    www.ericaema.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vcs são tudo doentes.. Eles preferem as brasileiras pq são mais bonitas que as europeias, usar uma blusa decotada ou shorts curto não quer dizer que vc seja puta então o preconceito já parte de vc mesma, as europeias não gostam das brasileiras pq tem ciumes e inveja..E homem é safado em qq lugar do mundo minha filhaaaa.. Acorda princesas, sai do Castelo da Cinderellaaa...

      Excluir
    2. Pronto, apareceu uma das que ajudam a dar esse tipo de fama ao Brasil.

      Excluir
    3. Isso eh pensamentos de vagabunda querida... Homem quer dormir com vagava e casar com virgens... Pq ele não casa para divórcio, mas para ter filhos

      Excluir
  11. Minha fia, eu fiquei p* da vida (com o perdao do trocadilho) pq uma vez um post do meu blog foi parar numa comunidade super suspeita no orkut, de mulheres que casaram com estrangeiro por interesse, pra nao dizer outra coisa. Infelizmente, aonde há fumaça há fogo.
    A gente é que tem que passar longe. E nossa postura mostra quem verdadeiramente somos.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Ciao Carla tudo bem??

    Eu ia escrever exatamente o que a Anna postou (ela foi bem mais ràpida :)), o problema é que a grande maioria das brasileiras que estao aqui na Itàlia submetem-se a trabalhos 'pouco dignotosos' para ser politicamente correto! Dai a pergunta: porque a brasileira tem fama de ser fàcil, enquanto as albaneses tem fama de serem boas badantes? Ou as marroquinas serem boas faxineiras??? Veja que prostitutas, badantes e faxineiras existem em qualquer pais, porém temos que concordar que a imagem vendida do carnaval brasileiro, com mulheres nuas diz bem mais do que uma propaganda argentina, de uma mulher extremamente sensual - porém vestida - dançando tango...

    O tema é bastante polemico, porém acredito que o mais importante é que voces mulheres brasileiras que vivem no exterior mostrem ao mundo que ser mulher E brasileira é muito mais do que um belo corpo!!!

    Uma òtima semana a todos :)

    ResponderExcluir
  13. Olha, eu não frequento nada, nada na Holanda que seja destinado a um "público brasileiro". Tipo Festa dos 500 anos do Brasil, aula de samba, etc.. Há muita prostituiçãp brasileira na Itália e Espanha, a fama corre por toda a Europa e pelo mundo.

    ResponderExcluir
  14. A Erica Moreira parece uma versao feminina do Druida e que anda lendo o verdadeira italia :)

    Enquanto mulher brasileira dormir com gringos pra "provar"
    Enquanto mulher continuar dançando funk, mostrando a retaguarada pra dizer que é mulher
    Enquanto continuarem a minimizar tudo sem ser auto-criticas e auto-criticos
    Enquanto o deslumbre com o estrangeiro continuar
    Enquanto os caras irem ao Brasil e falarem ola em qualquer lingua e as mulheres acharem lindo
    Enquanto ainda muita mulher achar tudo inocente
    Enquanto a desigualdde social continuar
    Enquanto fingieram nao ver nada na Italia pois tudo é melhor que no Brasil

    A fama vai continuar.So pra pensar. Engraçado que com toda a luta do feminismo pra mulher fazer o que quiser com o proprio corpo, ela hoje faz as coisas que os machistas querem e se acham ou revolucionarias ou vitimas.Parece o funk carioca dança de bunda que vi na Tv aqui na Italia que aparece no exterior e ninguem sabe o pq da fama da brasileira.
    O Fabio falou uma coisa certa.Como a pessoa se mostra.Mas a vaidade de muita brasileira que quer ser orguhar de ser a mais sensual do mundo atinge muita mulher como a minha, voce e até eu( que ja escutei que no Brasil somos todos misturados pq brasileira dorme como todo o mundo facilmente)...

    ResponderExcluir
  15. Tinha esquecido de comentar.

    Carlinha, muito bom o post e parabéns.Vida longa a mulheres como voce :)

    Druida

    ResponderExcluir
  16. Obrigada sempre por comentar! bju

    ResponderExcluir
  17. A coisa é seríssima, Carla. Parabéns pelo post! Moro há dois anos na Suíça italiana, indo e vindo ao Brasil que adoro e me falta, além da minha família que amo.

    Sou professora de literatura e língua portuguesa, escritora e poeta. Desde o início eu sabia que encontraria esta imagem comentada no post na Europa. Porém, quando se chega lá, ouvimos conversas, vemos na TV e lemos nos jornais temas que envolvem prostituição e unicamente referência ao esteriótipo criado da mulher brasileira, confesso, então, que isso me tocou ainda mais que antes. Incomodou realmente.

    Como lido com isso: minha intenção e atitude aqui sempre foram as mesmas que no Brasil. Sou reservada, criativa, adoro música, literatura, cinema, teatro, história. Escrevo. Estudo e leio por vocação, hábito, prazer. Lancei um livro de poesia aqui e até ao fim do ano lançarei um de contos e crônicas.

    Como já há muito tempo luto pela mulher via meus escritos, enfatizando sua inteligência e garra em meio a tantas dificuldades ( sempre fui crítica com este esteriótipo machista que muitas, por falta de estudo e leitura, seguem), posso dizer que quando cheguei na Europa, inicialmente como turista, já sabia exatamente a minha função enquanto brasileira que pensa e honra o maravilhoso país onde nasceu. Uma dessas funções que levo com imenso prazer é divulgar a verdadeira mulher brasileira, a mulher real, batalhadora, inteligente, alegre, que estuda, que trabalha, cuida dos filhos, e que sabe também curtir um samba, ou qualquer outro gênero que goste. Na verdade, assim como somos vários Brasis, temos vários perfis de mulheres, e homens.

    O que o mundo vê é a imagem que esta sociedade hipócrita, machista e irresponsável vendeu, principalmente antes do século XXI. O que devemos fazer é reverter isso. Como? Quantas mulheres brasileiras trabalham e estudam em bons cargos no exterior? Muitas. Argumentos existem aos montes. Somos uma imensa população ainda saindo de um período obscuro em termos sociais. Claro que a prostituição existe e existe em todos os países. Mas infelizmente uniram a biologia, digamos assim, da mulher brasileira ao ser prostituta. Sinceramente. Nada mais equicado. Ninguém precisa ser feia, seríssima e pisar pesado para se impor como cidadã honrada e bem sucedida na vida, na carreira.

    As mulheres escritoras, nossa literatura, por exemplo. Eis o caminho por onde levo meus amigos e conhecido a conhecerem melhor meu país. Independente do assunto em pauta aqui, nossa literatura é pouco divulgada no exterior, como, pior, dentro no nosso país mesmo.

    Um Abraço forte e continuemos a boa luta.
    Tânia Barros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tânia,
      Parabéns pela sua postagem. Eu sou casada com um Suíço e moramos atualmente em Minas Gerais, a alguns anos estamos pensando em mudar para a Suíça Italiana, mas por causa desta situação com respeito as brasileiras tenho muito receio. Atualmente estou terminando meu doutorado em Políticas Públicas e depois meu marido pensa em repatriar para moramos na Suíça Italiana. Mas, sinto que preciso de muitas informações para reunir coragem. Gostaria de manter contato com você se possível, talvez me ajude a decidir se devo mudar minha vida tão radicalmente assim. Grande abraço!

      Excluir
  18. Obrigada por escrever Tânia! Estamos na luta, firme e forte, contra esses estereótipos. beijos.

    ResponderExcluir
  19. Oi querida. Fiz um post no meu Entre Mundos e lá está linkado este post, assim como seu blog. Parabéns pela ótimo trabalho aqui.

    Beijo.

    http://taniaborgesbarros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Bom dia Carla, me chamo Boris e sou o noivo da Tânia.

    Então peço desculpa por meu português bem fraco e, em segundo lugar, como cidadão de Lugano, peço também desculpa a todas as mulheres brasileiras (incluido minha amada noiva Tãnia) que se sentem tocadas e mais que justamente ofendidas por essa falsa imagem que alguns safados aqui tentaram esterotipar.

    Não escondo por nada que me sentí bem vergonhado e humiliado por isto, e até muita gente de Lugano se sentiu ofendida por essa falsa mensagem duma bem desgraçada campanha publicitaria.

    Tenho amigos e familiais felizmente casados com brasileiras, entre os quais uma boa parte de gente quem já tiveram casamentos com suíças e semplismente ficaram desgostados pelas mentalidades fechadas e jeito de ser delas até chegar ao ponto de nunca querer saber de mulheres suiças.

    Apesar disso, no Cantão do Ticino (mas até mesmo na Suíça tuda), ha muita gente que estão de saco bem cheio dessas situações e leies que permitiram a abertura de "bordéis" nem sempre legalizados onde, agora como agora, a maioria das moças qu'em trabalham chagam do l'este da Europa.

    Pessoalmente acho isto um verdadeiro lixio, uma vergonha sem fim e, com certeza, eu não me reconheço com os outros suíços quem permitiram as situações chegarem a esse ponto.

    Acredito e sempre acreditei num mundo de igualidade sob tudos os aspeitos entre mulheres e homens, sem classes sociais e, se for possivel, sem safadez.

    Pessoalmente, como homen, ao meu lado gosto duma mulher verdadeira e não preciso nem gosto de "bonecas com os seios ao ar e a bunda descuberta".

    Numa mulher gosto da sua inteligência, da sua alma, do seu jeito lutador, a sua cultura verdadeira e não estereotipada...

    Ha muitos quem pensam como eu como desgraçadamente ha muitos quem preferem acreditar que tudo o que não é Suíço ou até Europeo seja algo de "baixo perfil" e que so por isto automaticamente se torna em estereotipo.

    Quiz escrever essa frase para que todos entendam que a ignorancia e a falta de cultura nunca andam agarrados a quantidade de dinheiro ou uma certa forma de entender o "estado social".

    Na Suíça ha muita gente com dinheiro mas sempre menos com cultura e abertura mental e acho que sempre haverá uma grande diferencia entre um verdadeiro senhor e um "burro cheio de dinheiro"!!!

    Por isto, senhora Carla, acho seu escrito muito legal e justo.

    Saudações. Boris

    ResponderExcluir
  21. Olá Boris, seu português está ótimo, não se preocupe. rs... Obrigada por escrever, dar sua opinião e deixar claro que estereótipos são estereótipos, nem todos pensam assim. Beijos pra vc!

    ResponderExcluir
  22. Meu nome é João, de Juiz de Fora-MG .Ouvi um comentário uma vez de um francês que disse-me que a maioria dos travestis de Paris são brasileiros. Então respondi para ele. Se estão lá é porque os "homens" franceses preferem os travestis do que a mulherada. Se lá tem demanda, então a oferta vai pra lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Joao! tem muito mesmo, em toda a europa! e acho que é realmente o que disse, tem quem gosta, quem paga e quem sai com eles, e pagam muito bem! por isso tá cheio!

      Excluir
  23. Sei que a ma fama da brasileira é extremamente péssima na Europa,mas sera que o Brasil possui tantas garotas de programa e travestis porque é um pais extremamente corrupto,isso é o que nos tras viver na corrupção,todos sabemos que ter uma boa base é caro,e estrutura familiar é tudo na vida de uma pessoa..nao devemos julgar NUNCA o próximo,,pq cada pessoa tem suas necessidades e nem todo mundo quer passar o resto da vida ganhando salario mínimo..que sabemos que não da p nada,vamos parar de julgar,e nem toda garota de programa é BURRA,existe muitas meninas inteligentes mas que estão nessa vida por falta de uma boa oportunidade..nem todos nascem com a mesma SORTE..vale lembrar que na Europa não existe so prostitutas brasileiras,,existe de todas as nacionalidades,,existe muita gringa se prostituindo também,so que os homens gostam e preferem mais a brasileira,e nem toda garota de programa cai na conversa fiada de gringo idiota.,tem muita garota de programa que esta melhor financeiramente que muito gringo pobre por ai,que oferecem casa e comida,,desculpa mas isso é muito pouco!!Não estou aqui para devender a prostituição muito pelo contrario é uma vida sofrida e triste,,mas que as vezes não se abre outra porta digamos assim para se fazer um dinheiro rápido e NUNCA fácil..quem falar que é fácil não tem noção de nada,,ser garota de programa é como em qualquer outra profissão,,tem aquelas coitadas e aquelas de luxo,,que usam coisas de grife,,essa vida vai do LUXO ao LIXO.

    ResponderExcluir
  24. Ola, encontrei o seu blog por acaso, o seu post è antigo mas nao importa.
    Vou comentar, alias eu estou numa campanha pessoal para tentar abrir os olhos das brasileiras(os) a respeito da realidade e da xenofobia.
    Nunca morei na Italia, mas ja tive ai varias vezes atras dos meus papeis para a minha cidadania. Eu concordo com voce que o esterotipo da mulher brasileira è ridiculo e concordo que algumas fazem jus ao mesmo MAS ALGUMAS, NAO TODAS E MUITO MENOS A MAIORIA. O que acontece è que o esterotipo ele foi criado para diminuir os povos e ridicularizar uns aos outros, com a era da globalizacao isto se tornou nada mais nada menos que uma maneira preconceituosas e xenofoba de se “defender” do diferente. Aqui na europa entao isto meio que esta no sangue do europeu, pois o tal è bem xenofobo.
    O que acontece è o seguinte, era uma vez um EUA, que tinha e tem uma industria holywoodiana poderosa, que inventou por ai uns contos, a respeito da mulher latina, especialmente a mexicana, que mexicana è interesseira, gostosa, objeto sexual e burra. O tal esterotipo virou bias, dedicada a todos os povos latinos, inclusive a nossa querida Carmen Miranda, mas hey estamos falando dos anos 50 as coisas naquela epoca tinham de ser ligths. O que acontece è que quando houve o boom, do Brasil nos anos 80 , a nossa midia, a querida rede globo, se aproveitou da ja entao bias em cima dos povos latinos PARA PROMOVER O BRASIL DE MANEIRA ERRADA, e ai o governo e a globo inventaram aquilo que conhecemos como carnaval nos dias de hoje e aquela historia de sambar pelada, a mesma globo que hoje coloca a globeleza dancando peladona la na tv , bem na hora do almoco, enquanto voce e seus filhos estao comendo num restaurante, a mesma globo faz novelas sobre o trafico de pessoas e sensacionalismo em cima disso. Em suma um probleminha vira um problemao, que ela mesma criou diga se de passagem.
    Beleza agora aonde ta os fatos nisso ? EU creio que ha sim algumas brasileiros e BRASILEIROS se prostituindo na europa, sejam prostitutas ou travestis nao interessa mas nao creio que a maioria dos brasileiros e brasileiras estejam envolvidos com isso, ha algumas batatas podres no saco mas nao o saco inteiro diria que 10% delas. Ha muitos brasileiros envolvidos com coisas muito piores que prostituicao, ha brasileiros na europa envolvidos com lavagem de dinheiro, com trafico de drogas, trafico de pedras preciosas e assim vai mas a globo nao gosta de tocar no assunto e nem o europeu no fim das contas isto meche com o bolso de muita gente poderosa por ai, entao falamos da prostituicao, porque è uma maneira de inferiorizar os outros, ate porque certos paises ignorantes gostam de ficar diminundo a mulher dos outros como uma maneira de ofender os outros ( Espanha e Portugal) mas nao vou sair por ai falando que todo portugues ou espanhol pensa assim ou assado porque seria uma estupides imensa. No fim das contas isto virou uma maneira fortissima de manipular o povo brasileiro e o europeu, o europeu usa deste estigma para inferiorizar o brasileiro e por em pratica a sua mascara xenofoba/ racista ( alem da famosa curtina de fumaca para esconder os reais problemas dos tais paises ) e o brasileiro burro compra o complexo de inferioridade se torna tambem xenofobo de uma certa forma e passa a viver como um burrinho ignorante encolhido e cheio de medo do conhecimento, do novo e do estrangeiro ( porque assim sendo o brasileiro nao vai mais deixar suas filhas viajarem para fora, estudarem fora, trabalharem fora, muito menos casar com estrangeiro, no fim isto vira ate uma xenofobia machista. E o mesmo vai comecar a se aplicar aos homens especialmente os que sao homos e decidirem ir para fora o julgamente vai ser o mesmo), so que o mesmo brasileiro no entanto continua vestindo o uniforme que a midia quer que o veste OLHA

    ResponderExcluir
  25. O CARNAVAL AI GENTE! O europeu ( nao generalizo alguns o sao) è racista, xenofobo, alias eles se odeiam, fazem piadas uns com os outros se esterotipam de maneira nada positiva, è ignoranca e baixa alta estima achar que essa marcaçao cerrada è so com brasileira(o).
    Enfim, agora vamos aos fatos HA TODO TIPO DE MULHER SE PROSTITUINDO MUNDO A FORA, TODO O TIPO DE MULHER DANDO UMA DE OPORTUNISTA, voces que moram na Italia ja devem ter percebido que agora mais do que nunca as mulheres do leste dominaram o infeliz mercardo, eu estive na Italia no ano passado e o que tinha de romena aprontando, russa, ukraniana, bulgara, segundo amigos italianos elas sao as campeas, nao as latinas, ate porque os povos latinos, brasileiros, argentinos, chilenos sao MINORIAS NA ITALIA. A Russia è um pais conhecido internacionalmente pelo trafico de mulheres e pelas mafias envolvidas no mesmo, assim como as mulheres no leste de uma maneira geral, è um problema muito mais grave la, do que em qualquer cidade do nordeste brasileiro, diga se de passagem NA TAILANDIA A SITUACAO È AINDA PIOR QUE NA RUSSIA, BEM PIOR, o que ha de tailandesa europa a fora em tal situacao è uma festa, e tambem de russa, mas voce nao escuta de brasileira, nao de brasileira, voce conta os paises, enquanto que as mulheres do leste e de alguns lugares da Asia dominam o continente, ha tambem alemas e francesas e norueguesas e dinamarquesa, envolvidas nisso( porque querem), em suma mulheres do mundo inteiro se prostituindo por aqui. No fim das contas as brasileiras sao sim uma MINORIA SE COMPARADA COM OUTRAS NACOES, mas eu nao vejo a midia desses paises fazendo um oba oba disgracado em cima disso, e nem vejo os homens dessas nacoes ridicularizando as mulheres deles da forma que os brasileiros fazem, e ai que vem a historia, nao gosta do esterotipo entao nao veste o uniforme, SERIA UMA BELA DE UMA IGNORANCIA, SAI POR APONTANDO O DEDO PARA TODA RUSSA, TAILANDESA, UKRANIANA, ROMENA, BULGARA, POLOCA QUE EU VER E FALAR, nossa voces sao todas putas, porque algumas de voces sao, entao logo todas sao. RIDICULO! Porque prostituicao acontece em todo lugar!!!!
    Caso quem ler este post nao acreditar, pode pesquisar na internet, inclusive o tal bar oceano acima foi fechado para brasileiras, outro dia li um artigo a respeito na Internet vou ver se coloco aqui porque o mesmo fazia uma piada com o tal bar mas em suma NAO HA MAIS BRASILEIRAS SE PROSTITUINDO NESTE PUTEIRO e isto esta sendo banido da Suica pouco a pouco, hoje o mesmo abriga romenas e bulgaras mais facil conseguir visto para elas do que para brazucas, creio que porque o boom do Brasil, aquela bias que a Globo tentou vender por muitos anos, ja nao desce mais, muitos que possuem bom senso nao a compra mais. A bola da vez agora sao as mulheres do leste e as asiaticas, mas isto chega a ser uma misoginia sem vez, um machismo e xenofobia QUE TEM QUE ACABAR! Isto claro no meu ponto de vista, acho que cada um faz o que quer, mas ha sim um estigma exploratorio por de tras de certos fatos.
    Aqui vai a fonte a respeito do tal bar oceano E SUAS NOVAS "vitimas":
    http://www.vice.com/read/prostitutes-in-switzerland-club-oceano

    ResponderExcluir
  26. vem cá..e os homens que criam demanda para esse tipo de mercado? Prostituição existe porque o homem a criou e a mntém,por que os homens europeus depravados não são culpados? Muitas mulheres são traficadas,nem estão lá porque querem.Acho engraçado,ninguém taca pedra nesses merdas de europeus que tratam mulheres como pedaços de carne,Alemanha e Suíça legalizaram a prostituição,só tem gente de bem nesses países,não é?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com a exceção dos casos de escravidão sexual ou extrema falta de oportunidade, as demais mulheres se prostituem porque querem ou lhes é conveniente. Ninguém as obrigou a cobrar por sexo, elas querem cobrar por sexo.

      Excluir
  27. Eu acho que vocês estão sendo tão preconceituosos quanto essas italianas frustradas e mal-comidas que criticam essas mulheres para vocês. Deixem essas mulheres serem felizes do jeito que são, elas são todas maravilhosas, estão vivendo a vida, usufruindo das boas coisas (ou das coisas que elas julgam ser boas) enquanto um monte de italianas velhas, gordas e frustradas falam delas com dor de cotovelo. Eu quero mais é que todas essas brasileiras realmente tomem os maridos delas todas, que velha recalcada tem mais é que se ferrar mesmo.

    Como diz a Valesca Poposuda, "beijinho no ombro, para o recalque passar longe".

    ResponderExcluir
  28. Existem várias regras e até Leis quanto ao uso da bandeira. Nao pode usar a bandeira em qualquer situacao ou colocar o país em situacao vexatória e muitas outras particularidades pequenas, como nao pode estar suja, rasgada. De fato, daria um processo. A garota pode mostrar o traseiro dela sem problema e a boate fazer a propaganda dela em paz, mas nao poderia usar a bandeira nacional. A Lei é para ser cumprida por todos. Mas em casos assim alguém precisa denunciar. É como no Brasil, todo mundo reclama, mas ninguém denuncia. Tem Ouvidoria do Ministério do Exterior. Tem Embratur, tem Embaixadas. Denunciem. Pode ser denúncia anônima. Hoje em dia existem vários recursos na internet mesmo, é só sair pedindo, informando e denunciando, num clique. Como se diz na Alemanha "você tem que falar, enquanto nao se abre a boca, continuam pisando no pé, é você que tem que pedir para parar, o respeito nao é óbvio, só vem quando você pede". Uma vez que você reclamou, aí sim, nao tem mais como dizer que eles "nao sabiam de nada". As pessoas, os brasileiros no exterior, poderiam entrar mais com recursos deste tipo, e fazer mais barulho, afinal é ofensivo para muitos e de fato, nao simboliza toda uma comunidade.

    ResponderExcluir
  29. Eu moro na Itália e a minha experiencia pessoal é essa: os italianos tendem a pensar que as brasileiras sejam prostitutas ou ao menos mulheres fáceis, festeiras, barulhentas etc, porém se a pessoa se comportar em modo normal eles não discriminam. Eu nunca fui discriminada na Itália porque eu sempre me comportei bem e se algum engraçadinho lançava a piadinha eu já lançava aquele olhar tipo "quer morrer mano?" E o cara se tocava.

    Tenho muitas amigas italianas e elas são muito legais comigo, não tem neura que eu vou dar encima do marido de ninguém. a única coisa é que sim, tem muita brasileira que exagera: peito quase de fora, roupa transparente, saia que parece um cinto, barulhentas, desafiam as italianas como se dissessem "quando eu quiser roubo teu marido". Isso ai queima o filme mesmo!!

    A única coisa que eu tive que fazer atenção é que por culpa dessa fama eu sorrio muito pouco, caminho com a cara meio fechada sem risadinhas porque infelizmente a fama tem e se ri uma italiana quer dizer que é feliz, se ri uma brasileira é porque ta dando encima. Sou sempre educada e gentil com as pessoas mas um pouco fria no inicio (tanto sou de Brasília e o resto do pais dizem que nos somos frios de natureza :))) ), depois com o tempo vou me abrindo.

    Porém com isso não quero dizer que as italianas sejam santas porque tem umas que fazem envergonhar a brasileira mais desavergonhada, porém as pessoas tendem a ser mais flexíveis com elas. Digamos que o senso comum aqui é de pensar que todas as estrangeiras sao faceis mas aquelas da Europa do Norte são mais finas como as alemãs por exemplo, e a sul-americanas são mais bregas...

    Tem muito homem aqui legal também, bons pais de família, respeitadores, a única coisa é que chegando aqui tem que selecionar bem as amizades mas tem gente boa tanto italianos quanto brasileiros.

    Marina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. verdade Marina, concordo com você. é assim mesmo. Obrigada por comentar.

      Excluir
  30. Oi gostaria de esclarecer algumas coisas aqui, minha amiga conheceu um italiano na internet e ela conversa todos os dias com elw no zap telefone,Internet, enfim e ele fez muitas promessas de vir ao Brasil se encontrar com ela, agora em dezembro, e ele só fala em dar dinheiro a ela, dar presentes jóia tal, só que ela não é garota de programa, nunca se vendeu, passa dificuldades mais nunca fez isso, mais ele conseguiu a Convencer em aceitar dinheiro dele, ele falou que ia depositar, no documento dela tal e então pediu a identidade, e o nome completo, o que ele pode fazer com isso, pois no dia seguinte ele o bloqueou e não mais façou com ela, a coitada tá desesperada com medo, pois eles tinham uma conversa íntima, de casal tal etc algum pode nos orientar o que ela pode fazer a respeito!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, não tenho ideia do que pode ser feito. Sinto muito.

      Excluir
  31. Meu Deus quantas histórias, estou perplexa com todos depoimentos, nos brasileira não merecemos isso !!

    ResponderExcluir
  32. Eu estou me preparando pra enfrentar tudo isso, pois vivo a 2 anos com um italiano e no fim desse ano estaremos indo embora do Brasil. Já estive lá na cidade dele e já fui discriminada pela ex sogra dele q disse assim: eu queria muito q ele encontrasse uma nova companhia, mas tinha q ser brasileira?! E ela por várias vezes qdo nos encontramos ela não me cumprimentou fingindo não me ver. Vou precisar ser muito forte pra aguentar os possíveis comentários��

    ResponderExcluir

Obrigada por participar!
Seu comentário será publicado após a aprovação. :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...