28/09/2011

Oktoberfest 2011 - München/Alemanha - Eu fui!!!

                        Fim de semana passado fizemos uma aventura daquelas!! Pegamos um ônibus, uma excursão claro, na sexta à noite, saindo de Milão chegando em Munique/Alemanha na ainda madrugada de sábado para a mais famosa festa da cerveja do mundo: Oktoberfest!
                       Ônibus cheio, desconfortável, mas a empolgação foi maior que tudo isso! Foi uma experiência muito legal, estar em solo alemão pela primeira vez, curtir a festa, as suas tradições e conhecer Munique.
                     Munique é o nome em português, já em italiano é Monaco di Baviera, e em alemão é München. Munique é a capital Bavaria, região alemã. É sede da maior e mais tradicional festa da cerveja do mundo, a Oktoberfest, que está na sua 178ª edição.
                    Bavaria é uma região famosa por suas cervejas, as  tradicionais são: Paulaner, Spaten, Hofbräu, Hacker-Pschorr, Augustiner e Löwenbräu. E são essas cervejarias que vendem suas cervejas na festa. Enormes galpões decorados, cheios de mesas e só é servido quem está sentado nelas! 
                 Nós fomos na Hacker, que segundo uma brasileira que encontramos lá, que mora ali em Munique, era a melhor e divertida, com mais jovens e etc. 


                                Os galpões abriam suas portas às 9 da manhã, antes das 7 já tinha fila e lá estávamos nós! Empurra-empurra  para ser uns dos primeiros e conseguir um bom lugar à mesa. 


                            
                     E pegar um lugar não é tarefa fácil! Di solito, o pessoal da cidade já fica na fila desde cedo, vestido tradicionalmente e correm pra pegar o maior número de mesas possível e, depois, fazem o esquema de "venda", principalmente para turistas, tipo: me paga 1 ou 2 cervejas e vocês podem sentar aqui. Assim! E foi o que fizemos. Estávamos em 4, a mesa cabe pelo menos 8, a sorte nossa é que vieram uns alemães dali da cidade mesmo, logo em seguida, e perguntaram se podiam sentar ali conosco. Falamos que se eles pagassem uma cerveja para a menina eles podiam. Eles tiraram 10 euros na hora, pagaram-na e a gente no fim, não pagou o "aluguel" da mesa! Hahahah!
                        E ainda por cima, tivemos ótimas companhias alemãs, gentis, educados e divertidos. Que nos ensinaram as tradições, indicaram os deliciosos pratos típicos e tudo o mais! Adorei!



                          Bem, iniciamos com a primeira cerveja, claro! Afinal, o que fomos fazer lá? Hahahah! A cerveja é servida em canecas de 1L e só! Em alemão se chama "Maß]', que se pronuncia "màss", que para mim mais parecia um "óz" do que um "más", hahaha! E a tradução é "mais", como parece mesmo. A frase pra pedir uma cerveja é “Eine Maß bitte” (mais uma por favor). E assim fomos. A cada brinde saía um "Maß". E depois do brinde, batendo tim-tim, claro, a tradição é dar uma batidinha com a caneca na mesa sempre antes de beber (ao contrário da tradição que aprendi no Brasil, que não pode encostar o copo na mesa sem antes dar um gole após o brinde).


                       Cada caneca custava 9 euros e o troco ficava de gorjeta para a garçonete, sempre! 
                     Comemos a salsicha branca e pretzels, prato tradicional e também o joelho de porco! Famosos pratos alemães e típicos da Bavaria. Os nomes originais, em alemão, nem me perguntem.... hahaha!



                        Durante a festa, sempre tinha alguém que subia na mesa, e virava o caneco, com o apoio da torcida, claro. Se demorava a virar todo o Litro, recebia vaias e pedaços de comida e papel. Até mulher virava. Os alemães têm um pique! Desacreditei! Hahahaha!
                           

                  Nós aguentamos esse pique só até quase 2 da tarde. Depois, derrotados, saímos do galpão (coisa que só é recomendado a fazer quando não se tem mais a intenção de entrar, pois depois é praticamente impossível!) e fomos metro quadrado mais disputado depois da "bebeção", hahaha, o gramado. E ali se via de tudo, gente passando mal, gente derrotada dormindo, e por aí vai! Uma festa à parte, hahaha!



                       Bem, fora isso, os galpões onde se bebe e come alguns (caros!) pratos, fora deles tem centenas de barraquinhas de souvenirs, lanches, comidas, doces, etc. Além da parte do parque de diversões, com diversos brinquedos de "arrepiar" que só dá pra ir se você não bebeu nada! Hahaha! Tudo lotado e com filas, claro. Afinal, é a Oktoberfest gente! Hahahaha! 


                     A festa é cheia de italianos, cruzar com eles é coisa fácil. Dizem que são "persona non grata", por serem "baderneiros" (comparados com os alemães, claro), mas eles fazem presença em grande número na festa, e têm um site que organiza excursões e fala tudo sobre a festa, e foi por lá que fomos, cliquem aqui para ver. Só o ônibus que é praticamente bate-volta (1 dia) custou 75 euros. Mas fazem também pacotes com hotel e turismo pela cidade. Vale a pena, e muito!
                  Achamos sensacional a experiência! Depois ainda fomos ao centro de Munique conhecer a cidade, mas isso é assunto para o próximo post tá bom? 
                        Baci!

6 comentários:

  1. Oi Carla,
    Nosssssa que maneiro essa Oktoberfest.
    Espero visitar quando estiver na Itália. Saberia me precisar quantas horas indo de ônibus?
    Aposto que na Alemanha, eles não pegam os carros bêbados igual fazem no Brasil... não é?
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. é mto boa Mauricio! bem, de ônibus com algumas paradas fizemos em 7 horas, mas dizem que de carro vai em 4. Não sei dizer se dirigem bebados, pode ser que sim.. aqui na Itália dirigem, assim como no Brasil e acho que boa parte do mundo. bjus

    ResponderExcluir
  3. Meu sonho é ir na Oktoberfest de München, principalmente porque parece contagiar demais. E essas canecas? Adorei!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. é muito bom Miller! nao pode perder! as canecas são d+, e dá pra trazer pra casa se der sorte como nós! ahhha. baci

    ResponderExcluir
  5. Eu e minha mulher estivemos na Oktoberfest de 2011. Ficamos 3 dias em Munique vindo de Zurique na Suíça. A festa é ótima e o clima é sensacional. Mas na primeira noite eu bebi tanto que nem sei como voltei para o hotel. Aconselho a todos conhecer a Oktoberfest de Munique, vale muito a pena.

    ResponderExcluir
  6. Sérgio,, o perigo da festa é esse mesmo! hahahaha. Mas realmente vale muuuuito a pena!

    ResponderExcluir

Obrigada por participar!
Seu comentário será publicado após a aprovação. :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...