31/08/2010

Saudade

     É sabido que a palavra Saudade só existe no idioma português, mas não por isso, só nós brasileiros e portugueses (e outras nacionalidades que tem o português como idioma natal) a sintam.

     Em italiano, saudade pode ser traduzida como “nostalgia”, mas a nostalgia também existe em português, e ao meu entender, expressa mais uma saudade de um tempo, uma fase da vida, etc. A saudade é diferente.

     A palavra "struggimento", também pode ser usada para expressar a saudade. Mas, significa a procura por alguma coisa em um futuro indefinido, desejo de alguma coisa, esperança, etc.

     Tudo bem, teremos que nos virar para explicar o verdadeiro sentimento em palavras na língua italiana.

     E para mim, como já disse, a saudade que sinto no momento é do meu marido, que está na Itália esperando-me. E, quando eu matar a saudade dele, uma outra saudade começará a tomar forma em meu coração: a saudade da família e dos amigos que deixarei no Brasil.

     O engraçado é que é um sentimento previsível e inevitável nestas situações.
   
      Sempre que estou vivendo um momento legal em família, com amigos, nestas semanas pré-Itália, já fico meio nostálgica. Sei que vai ser difícil, mas sei também que valerá o sacrifício.

     E às vezes, a saudade é medida mais pela distância. Por exemplo: podemos ter pessoas perto da gente que gostamos, na mesma cidade, com quem ficamos muito tempo sem ver, conversar e, só de imaginar que não estaremos mais tão perto, a saudade vem, e sei que é possível que um pouco de arrependimento surja por não ter feito o possível para estar junto enquanto se estava perto.

     As coisas são assim.

     O importante é ter as pessoas queridas sempre no coração. Não importa quão longe estejam, quanto tempo não se veem, o amor e carinho não se findarão.

     Tenho primas que fizeram o que vou fazer, foram para um outro continente, em busca de uma outra vida. Ficaram em alguns anos e voltaram (uma ainda está lá), e o sentimento não mudou, a distância afasta, mas nada como a volta, a reconvivência para se perceber que o amor é maior que tudo, independente de como e quanto as pessoas mudam, de quantas diferenças existam, o amor sempre vai estar lá, .

    E agora eu estou prestes a fazer esse caminho. Vou ficar longe de todos, mas o amor sempre no coração.

     Bob Marley disse uma sábia frase: "Os ventos que às vezes tiram algo que amamos, são os mesmos que nos trazem algo que aprendemos a amar. Por isso não devemos chorar pelo que nos foi tirado e sim, aprender a amar o que nos foi dado. Pois tudo aquilo que é realmente nosso, nunca se vai para sempre."

     Os ventos são o destino, a perda pode ser a distância ou até mesmo a morte. E tudo é passageiro, até mesmo a morte. Sempre terão reencontros, novas vidas, e o amor sempre estará presente. E afinal, matar a saudade é a melhor parte de se sentir saudade.

     Quero dizer aqui para minha família, principalmente, que cada um deles estará no meu coração, aonde eu for, onde eu estiver. Amo vocês.

“A vida só pode ser compreendida olhando-se para trás, mas só pode ser vivida olhando-se para frente.” (Soren Kierkegaard)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por participar!
Seu comentário será publicado após a aprovação. :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...