15/07/2011

O milagre das compras

                   Em tempos de crise, quem não conta trocados tem sorte! Haahaha. Sem dramatizar, mas já dramatizando, a Itália tá em crise, todo mundo sabe, o pacote de "Manobra" do governo vai "apertar" pra todo o lado, então o negócio é economizar.
                      A hora das compras de supermercado da semana é a hora do milagre! Sim, porque temos que aproveitar as promoções, selecionar as prioridades, contar as moedinhas e fazer o milagre acontecer.
                      E muitas vezes o milagre surpreende heim?
                      Vejam só:

- 4 L de leite semi-desnatado: 1,96
- 4 L de suco natural de laranja: 3,16
- Carne de peru (0,862 kg): 1,80
- Achocolatado em pó 500g: 1,36
- Pão baguete ciabatta: 0,79
- Refrigerante de laranja 1 L: 0,26



- Pão de Forma: 0,65
- 1 kg de macarrão tipo parafuso: 0,58
- 400 g de mix de salada já lavada e cortada: 1,39
- azeite extra virgem 1 L: 2,99
- 2 melões : 1,06
- 1 kg de pêssego: 1,28
- papel higiênico 4 rolos (dos bons!): 2,89
- "Cozze" (mexilhões) 1 kg: 2,59

TOTAL: 22,76 €

                  Voltei para casa com 3 sacolonas cheias, e contente!
                  Esse foi o milagre!
                  Ainda comprei mexilhões deliciosos para o almoço de sábado, hummmmmm!


                  Bom fim de semana a todos! Baci!

                      

11 comentários:

  1. Maravilhosas compras e com super economia!
    É mas não pense que no país verde-amarelo as coisas estão mais fáceis. Tá difícil fazer as compras tb!
    Ótimo final de semana e quero foto do prato pronto de mexilhões!

    ResponderExcluir
  2. Oi Carla, sabe que isso tem me surpreendido tb?!? A questão toda é em que moeda vc ganha o sustento. Porque se ganha em real e vem gastar em euro fica caro a vida aqui (com câmbio a 2,45), mas se ganha em euro e gasta em euro, digo que aqui é o país onde os sonhos se tornam realidade. Explico: um mero mortal trabalhador que ganha míseros 600€ mês face a um outro mero mortal brasileiro que ganha R$ 600.00 mês. Com R$ 600.00 no Brasil vc não faz quase nada, paga R$ 400.00 aluguel (sem ser decorado, vaziosão) e R$ 200.00 no mercado é uma merrequinha... uma tv lcd por exemplo, no mínimo R$ 1.200.00. Vem pro lado de cá, 600€ pagando 300€ por um quarto (já com agua, luz e tv) sobram 300€ que não dá lá pra viver, mas permite fazer muito mais que o que sobra no Brasil. Penso seriamente em pesquisar mais para fazer esse encontro de contas entre viver lá e cá para ver o resultado final... vamos somar esforços nessa pesquisa??? abraço grande, gosto muito do seu blog e fiquei feliz por seu coment no meu. Sucesso e felicidade pra vc. Tito Coccorese (não sei pq nao estou conseguindo puclicar com meu perfil google)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só paracomplementar que na Itália é possível alugar casas/kitinetes/apartamentos já decorados com aquecedores, pelo preço que você falou (300€ ou 400€ fora de cidades turísticas como Roma e Milão). Já no Brasil aluga por R$ 500,00 sem nenhum móvel dentro e ainda com defeitos nas pias, infiltrações...
      contas de água,gás e talz é de 2 em 2 meses.

      Excluir
  3. É Célia, por aí tbm nunca é tão fácil! bju pra vc!

    Olá Tito! bom ver vc comentando aqui tbm! sempre visito seu blog, mas nem sempre to inspirada pra comentar, heheh! É verdade o que disse, se comparar 1:1 aqui tem muito mais poder aquisitivo que o Brasil... os milagres ficam mais fáceis! rs... Conte comigo no que precisar, rs. abraços e sucesso pra vc tbm!

    ResponderExcluir
  4. Sempre digo que o assalariado europeu vive com um pouco mais de dignidade do que assalariado brasileiro exatamente pelo seu poder de compra. Apesar de que as coisas estao ficando bem dificeis para alguns. Conheço gente que nao consegue chegar ao fim do mes.

    ResponderExcluir
  5. Carla,
    Tudo bem?
    Vc precisa dizer quanto tempo duram essas compras. E' a feira da semana ou o que?
    Em Verona vamos ao supermercado, e là deixamos entre 50 e 60 euros a cada dois dias (para 2 pessoas).
    Eu nao acho nada conveniente.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  6. é Anna, não está fácil mesmo! bju

    Olá (posso te chamar de Maria? rs), então, 60 euros pra 2 a cada 2 dias é MUITO! A minha média é 50 por semana pra 2, com fartura, queijos e vinhos, mas como estamos na economia, essa compra com o que temos ainda em casa vai durar quase uma semana. E foi feita no Esselunga, supermercado! As vezes compro no Penny Market, que tem preços muito bons! Abraços pra vc, e pesquise mais! rs.

    ResponderExcluir
  7. Oi Carla, poxa foi mto bom vc colocar estes preços pois pude comparar com minha situação aqui e saber o que vou enfrentar no começo do ano (quando me mudarei p/ aí com meu marido e filho). Tenho visto que com 500 euros aluga-se algo + ou - pra morar (bem, minha pesquisa é para o Vêneto, onde vou ficar). Fiz uma tabela comparando com os preços daqui:

    1 L leite semi-desnatado: 2,35
    1 L suco natural de laranja: 3,35
    coxa de peru: 5,79 kg
    achocolatado em pó 400g: 4,35
    pão baguette 1 kg: 4,90
    refri laranja 1,5 L: 2,89
    pão de forma: 3,50
    1/2 kg macarrão parafuso: 2,50
    azeite extra virgem ½ L :13,00
    papel higiênico comum: 2,40

    Estamos com 500 e poucos de salário mínimo e tenho a sorte de morar numa cidade (Teresópolis/RJ) onde o aluguel de um conjugado é barato (em torno de 400 reais).

    Minha opinião é que o Brasil VIVE na crise. Mas estamos nos preparando para enfrentar situações atipicas aí tb. Valeu pelas informações! Bjus.

    ResponderExcluir
  8. Nossa Eve! adorei que colocou para comparar. E como está tudo tão caro por aí heim?? Me impressionei com o preço do leite e do azeite..
    desejo boa sorte pra vcs aqui! o importante é seguir o sonho! bjus

    ResponderExcluir
  9. Oi Carla,
    Da última vez que estive no Brasil, achei caro o supermercado. Comparei os preços daqui com o Extra (que é mais popular) perto da minha casa em São Paulo. No interior do sul de Minas Gerais as compras saem quase como aqui, até mais baratas.
    Já andei vendo preços nos supermercados de Milão e achei mais baratos que os da província de Brescia e Bergamo (na Valle Camonica). O supermercado mais barato por aqui é o Lidl e o LD Market. Nesses estabelecimentos, a maioria dos produtos não são de marcas famosas.
    Também concordo com a Anna Karine sobre o tratamento dos assalariados no Brasil e na Itália.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Sabe Ju, que meus sogros e cunhada qdo voltaram da viagem que fizeram por aqui, perceberam como as coisas são caras lá no Brasil. Talvez também porque não tenha essa faixa de preços larga como aqui - preços discount, sem marca ou da marca do supermercado. O Extra para mim não é referência, pelo menos onde eu morava era bem careiro. O Lidl daqui onde moro é caro, o LD até é barato mas tem poucas opções, ainda prefiro o Penny, rs. bjus

    ResponderExcluir

Obrigada por participar!
Seu comentário será publicado após a aprovação. :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...