10/08/2011

La notte di stelle cadenti - Notte di San Lorenzo

                         Hoje, 10 de agosto é celebrado em toda a Itália a '"noite das estrelas cadentes", em memória a San Lorenzo, no Brasil São Lourenço. 
                     São Lourenço foi um dos sete primeiros diáconos da Igreja de Roma, ordenado pelo Papa Sisto II. Ele foi o arcediácono da comunidade dos diáconos romanos. Foi um dos primeiros diáconos da Igreja que assistiam ao papa em suas funções na celebração dos divinos mistérios, na distribuição da Eucaristia e na administração dos bens da Igreja. Quando da perseguição do Imperador Valeriano, o próprio pontífice, preso e conduzido ao martírio, delegou a ele o encargo de distribuir tudo o que tinha aos pobres.
                          A fúria de Valeriano se abateu contra toda a cristandade e fez milhares de mártires. Quando o papa Sisto II foi martirizado, o imperador prendeu Lourenço e exigiu que este lhe entregasse todas as riquezas da Igreja. Lourenço pediu um prazo e foram-lhe concedidos três dias. Ele reuniu então no átrio todos os pobres que a Igreja socorria e chamou o imperador e disse-lhe: "Aqui tens os tesouros da Igreja que nunca diminuem, e podem ser encontrados em toda parte!". Existem documentos que atestam que no século III, a Igreja em Roma sustentava mais de 1.500 pobres. Indignado, o imperador condenou-o a um suplício especialmente cruel.
                         O imperador deu ordens para que fizessem Lourenço morrer de morte longa e cruel. E assim foi feito. Lourenço foi açoitado, atormentado e finalmente colocado despido em uma grelha sobre brasas para morrer lentamente. Depois de algum tempo nesse martírio, Lourenço com um sorriso celestial, falou aos algozes: "Se quiserdes, podeis me virar, visto que deste lado já estou assado". E pouco depois: "Agora o meu corpo já está completamente assado, pronto para ser comido". E continuando suas orações pela Igreja, sereno, entregou sua alma a Deus. Era o dia 10 de agosto do ano 258.


                       Os cristãos levaram o corpo dele em triunfo para o cemitério de Verano e depois lá foi construída uma célebre Basílica em sua homenagem. Mais sete outras basílicas foram construídas na Cidade Eterna a este grande herói e baluarte da cristandade, cantado pelos poetas e representado nas mais belas pinturas dos grandes mestres. E esse heróico testemunho de fé prestado pelo mártir também foi exaltado pelo Papa Dâmaso que admirava as virtudes dele e edificou-lhe a segunda Igreja, sobre as ruínas do teatro de Pompeu. No total, a cidade de Roma dedicou-lhe trinta e quatro Igrejas, sendo a primeira no lugar do martírio.
                           É um dos santos mais venerados da Antiguidade Cristã. Sua Basílica em Roma é a segunda em importância depois da Basílica de São Pedro e São Paulo. Ela tem o altar papal, onde somente o papa pode celebrar a missa. A história de São Lourenço foi muito divulgada por escritores daquela época, como Prudêncio; a imagem dele foi imortalizada pelos afrescos do Bem-aventurado Angélico na capela vaticana do Papa Nicolau V.
                       Por que então tanta devoção a São Lourenço? Foram a coragem e o humor que ele demonstrou com certa irreverência aos carrascos em seu martírio que estimularam na imaginação popular o seu heroísmo. São Lourenço foi declarado o Padroeiro dos diáconos.
                            A associação com as "estrelas cadentes" se deu, além da memória do martírio do santo em brasas, porque o dia coincide com o período em que é visível a chuva de meteóros "Perseidas", que passa através da órbita terrestre no período estivo do hemisfério norte, a partir do fim de julho até 20 de agosto. Visível a olho nú, a chuva de meteóros tem seu pico de visibilidade dia 12, podendo ser vistas cerca de 100 "estrelas cadentes" por hora. Cientificamente, na verdade, são apenas os resíduos da cauda do cometa Swift Tuttle, que retorna a cada 133 anos a partir de partes da terra deixando para trás uma nuvem de altura da órbita de nosso planeta, cheio de fragmentos comumente chamado de "estrelas cadentes ".
                               As "estrelas cadentes" são chamadas portanto de "Lágrimas de São Lourenço".


                            A tradição é ir para um lugar alto, torcer para ter uma noite de céu limpo e preferivelmente sem lua. Este ano, hoje a lua está na sua fase quase cheia, o que dificultará a visualização das "estrelas cadentes". Aqui por perto disseram-me que vão para o "Campo dei Fiori" em Varese, um monte com mais de 1000 metros de altitude onde fica o Observatório Astronômico de Varese.
                               

                           Pra quem tá na Itália uma boa noite das estrelas cadentes! Feliz noite de São Lourenço!
                           Baci a tutti!

5 comentários:

  1. Boa sorte se você conseguir ver uma caindo Carla, e ah.. não esqueça o pedido. Hehehe :)
    Bjo

    ResponderExcluir
  2. Adorei a história de San Lorenzo e suas estrelas!!!! Estive na Itália em Julho e pude visitar a igreja de San Lorenzo em Firenze. Magnífica!!!
    Bjo da Lili!
    (que as estrelas cadentes abençoem vc!)

    ResponderExcluir
  3. Ai Miller, consegui ver 5 ontem! Mesmo sabendo que são meteoritos fiz meus pedidos, rs... nunca é demais né?

    Deve ser mesmo linda Lili, um dia conhecerei. bjus

    ResponderExcluir
  4. Oi Carla, passando por aqui para conferir as novidades. Esse blog é deamis, voce com seu olhar master pontualiza com findelidade o que rola pelas terras de Garibaldi. Um beijao com carinho.

    ResponderExcluir
  5. Ah Zezinha, obrigada pela visita e pelo apoio ao blog, seu e de Aurélio! beijos pra vcs!

    ResponderExcluir

Obrigada por participar!
Seu comentário será publicado após a aprovação. :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...